02/06/2014 às 10h35min - Atualizada em 02/06/2014 às 10h35min

Coordenadoria do TJMA define ações em defesa dos direitos das mulheres

Entre as principais ações a serem implementadas destaca-se o Projeto “Aprendendo com Maria da Penha no Cotidiano”

Assessoria de Comunicação do TJMA

Promover a saúde da mulher, ampliar o debate sobre seus direitos, chamar a atenção da sociedade para a problemática das mortes maternas. Este é o objetivo da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (CEMULHER) do Tribunal de Justiça do Maranhão.

“Estamos planejando várias ações em defesa dos direitos das mulheres à vida, à liberdade, à segurança pessoal, à maternidade segura e à saúde”, explica a desembargadora Ângela Salazar, coordenadora da CEMULHER.

De acordo com a magistrada, a Coordenadoria tem como meta implementar políticas públicas mais ousadas que contribuam decisivamente para a mudança de atitude e reduzam os elevados índices de violência contra a mulher no Estado.

Entre as principais ações a serem implementadas destaca-se o Projeto “Aprendendo com Maria da Penha no Cotidiano”, que será desenvolvido por meio de campanhas educativas, palestras, debates, oficinas e distribuição de cartilhas em escolas, sindicatos de trabalhadores e grupos de risco de agressores ou potenciais agressores, com o envolvimento de seus familiares.

“O projeto está sendo elaborado a partir de dados levantados em pesquisas feitas pelas equipes das Varas de Violência Doméstica e Familiar de São Luís e Imperatriz”, informa a desembargadora.  


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp