08/06/2018 às 09h43min - Atualizada em 08/06/2018 às 09h43min

MPF denuncia envolvidos na morte de delegado Davi Aragão

- Redação

Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) denunciou os três suspeitos na morte do delegado da Polícia Federal Davi Farias de Aragão, assassinado no dia 5 de maio, durante o aniversário de cinco anos da filha, em uma casa de praia no município de São José de Ribamar.

A denúncia do MPF pede que os suspeitos Davi Costa Martins e Wanderson Morais Baldez respondam pelos crimes de associação criminosa com a participação de adolescente, corrupção de menores pela prática de crime hediondo, roubo, tentativa de latrocínio e latrocínio consumado.

O terceiro suspeito no caso e identificado como Bruno de Souza Goulart deve responder pelos crimes de associação criminosa com a participação de adolescentes, prática de crime hediondo, receptação e posse de arma de fogo.

Ainda segundo o MPF, a pistola usada no crime e entregue a Bruno pertencia ao delegado é era patrimônio da Polícia Federal. Segundo as investigações, ao receber a arma ele teve ciência da participação dos envolvidos no roubo e na ação em que agiu nas negociações da venda dos produtos.

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br

 

Link
Notícias Relacionadas »
ss