02/07/2014 às 08h33min - Atualizada em 02/07/2014 às 08h33min

Sejap promove capacitação para novos agentes penitenciários

A capacitação qualifica 103 agentes penitenciários recém - empossados em concurso público promovido pelo Governo do Estado.

Sejap

A Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) deu início, nesta terça-feira (1º), ao 1° Curso de Formação Continuada. A capacitação qualifica 103 agentes penitenciários recém - empossados em concurso público promovido pelo Governo do Estado.  A solenidade de abertura, realizada na Escola de Gestão Penitenciária (Egepen), em São Luís, teve a presença de gestores da Sejap.

Coordenada pelo Núcleo de Assistência Biopsicossocial, o curso prossegue até sexta-feira (4). Faz parte das ações da Sejap para aprimorar o trabalho oferecido no Sistema Prisional. Os agentes penitenciários participarão de palestras sobre diversos assuntos, entre os quais, Mediação de Conflitos, Noções Sobre Trabalhos em Equipes e sobre Liderança.

Segundo o secretário Estado de Justiça e Administração Penitenciária, Sebastião Uchoa, a iniciativa visa garantir a formação dos novos profissionais, para que eles possam aperfeiçoar os conhecimentos, as técnicas e as metodologias de trabalho empregadas no dia a dia nas unidades prisionais.

Para uma das participantes, a agente penitenciária Aline Martins, o curso prepara os agentes por meio de palestras que ajudam a compreender o sistema. “Pelos temas propostos percebo que podemos conhecer as demandas para, assim, atuarmos da melhor forma possível”.

A diretora da Escola, Idel Freitas, disse que a iniciativa demonstra o compromisso da Sejap com a melhoria dos trabalhos oferecidos nas unidades prisionais. “Quando se pensa na qualificação de profissionais, se pensa em uma melhor prestação de serviço”.  

O supervisor de Gestão Pedagógica, Cleuto Machado, a proposta é qualificar os servidores para que eles possam ser agentes de transformação nas unidades prisionais. “Estamos investindo em cursos para que eles sejam qualificados e promovam ações eficazes de ressocialização, sendo assim agentes de transformação”.

Para o coordenador do Nasb, Ângelo Macedo, o curso benéfica os agentes que atualizam os seus conhecimentos sobre Sistema Carcerário. De acordo com ele, a iniciativa proporciona momentos de dinâmicas e de integração entre o grupo. “Nós traçaremos estratégias de harmonia, integração, ginástica laboral. Trabalharemos temas específicos como trabalho em equipe, liderança participativa e cooperativa e também comportamento prisional”, pontuou Macedo.    

Link
Notícias Relacionadas »
ss