04/08/2013 às 11h44min - Atualizada em 04/08/2013 às 11h44min

Sejap promove atividades desportivas nas unidades prisionais

"São Ações sociais que garantem humanidade e ajudam a combater a violência dentro dos presídios”, disse Sebastião Uchôa

Sejap

A realização de atividades recreativas, jogos lúdicos, campeonatos de futsal, aulas de dança, ginástica e alongamento pela coordenação de Assistência ao Desporto, da Secretaria de Estado da Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) estão fomentando a ressocialização dos internos, nas principais unidades prisionais de São Luís.

O secretário de Estado de Justiça e Administração Penitenciária Sebastião Uchôa, acredita na ressocialização como importante instrumento para minimizar a reincidência criminal. "São Ações sociais que garantem humanidade e ajudam a combater a violência dentro dos presídios”.

Na perspectiva da ressocialização, a Sejap conta hoje com 7 professores de Educação Física que coordenam atividades esportivas, competições e recreações com os internos na Penitenciária de Pedrinhas, Presídio São Luís 1, no Presídio Feminino, na Cadet e na unidade do Olho d’Água. Eles ministram aulas três vezes por semana, incentivando valores como o respeito, a disciplina e o companheirismo.

Reunidos nesta quarta-feira (31), com o secretário-adjunto de Justiça, Ribamar Cardoso, e com o superintendente de Justiça, Kécio Rabelo, eles apresentaram um balanço das atividades que já estão sendo desenvolvidas, assim como, apontaram as dificuldades que a equipe tem enfrentado em cada unidade.

Conforme destacou o adjunto Ribamar Cardoso, os objetivos da Coordenação de Desporto estão sendo ampliados e aprimorados. “São ações que estão sendo compreendidas pelos internos e pelos servidores que convivem com eles dentro das unidades prisionais para que todos colaborem com a política de ressocialização que a Secretaria executa".

Durante a reunião ficou definida a elaboração de um planejamento mensal que deverá ser apresentado aos diretores das unidades para que haja sintonia na realização das atividades.

De acordo com o coordenador de Desporto Eduardo Macieira, o principal objetivo das atividades físicas propostas aos presos é combater o ócio e fomentar a realização de práticas saudáveis. "Estamos avançando gradativamente neste trabalho e já observamos que os internos valorizam o nosso trabalho e demonstram interesse em participar".

Para a professora Camila Barros, responsável pelas atividades desportivas implantadas no Presídio Feminino, as internas já assimilaram a proposta e estão plenamente integradas as aulas de dança que são realizadas as segundas, quartas e sextas feiras, a partir das 13 horas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp