05/11/2014 às 18h26min - Atualizada em 05/11/2014 às 18h26min

Corpo de Bombeiros dá dicas de Prevenção de Acidentes Domésticos

 Alerta para pais e responsáveis por crianças, idosos e portadores de distúrbios mentais, alvos mais fáceis de acidentes domésticos graves.

Segundo dados divulgados pela ONG Criança Segura, os acidentes ou lesões não-intencionais representam a principal causa de morte de crianças de 1 a 14 anos no Brasil. São cinco mil mortes por ano no País, e 830 mil no mundo.

Em São Luis , o Corpo de Bombeiros não possui estatísticas oficiais de acidentes envolvendo incapazes, mas alerta que eles podem ser evitados com alguns cuidados básicos.

Em entrevista ao Maranhão Urgente, o tenente , da assessoria de Comunicação do Corpo de Bombeiros explica que, além das queimaduras, a intoxicação por produtos químicos e medicamentos encabeça a lista de acidentes domésticos envolvendo crianças e outros incapazes.

“É imprescindível que o adulto evite fumar na cama e mantenha fósforos, velas, isqueiros e produtos químicos fora do alcance de crianças”, disse, acrescentando que os pais também não devem acender o fogão nem utilizar produtos químicos na frente dos menores. “A tendência da criança é imitar o adulto, por isso a gente sempre lembra o velho ditado: Deixe seu filho chorando na porta da cozinha para você não chorar na porta do hospital”.

Além dessas orientações básicas, o bombeiro é taxativo: “É fundamental não deixar a criança sozinha, inclusive porque isso é crime de abandono de incapaz”.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp