31/05/2013 às 21h00min - Atualizada em 31/05/2013 às 21h00min

Mais de mil pessoas protestam em Frankfurt

Manifestação contra as políticas de austeridade na Eurozona aconteceu em frente ao Banco Central Europeu

TV Maranhense

Mais de mil pessoas se manifestavam nesta sexta-feira em frente ao BCE (Banco Central Europeu), em Frankfurt, para criticar as políticas de austeridade na Eurozona, convocadas pela organização anticapitalista Blockupy, constatou um jornalista da AFP.

Segundo a polícia, o número de manifestantes era de 1.200 a 1.500, enquanto a Blockupy informou sobre 3.000 participantes.

Desde quarta-feira, várias grades cercavam o BCE para impedir que os manifestantes se aproximassem. Centenas de policiais foram mobilizados no centro da cidade, apoiados por helicópteros de vigilância, segundo um porta-voz da polícia.

"Manifestantes tentaram ultrapassar as barreiras", declarou um porta-voz, que acrescentou que as forças de segurança utilizaram gás de pimenta.

Já um porta-voz do BCE explicou à AFP que a instituição tomou as medidas necessárias para garantir a segurança de seus trabalhadores, em coordenação com a polícia. "O BCE permanecerá operacional durante as manifestações", disse o banco em um comunicado.

Os manifestantes, que protestam contra a austeridade e a gestão que a União Europeia está fazendo da crise, também preveem bloquear grandes bancos, especialmente a sede do Deutsche Bank, o mais importante banco alemão. Muitos estabelecimentos pediram que seus empregados trabalhem em casa.

No sábado, no aniversário de 15 anos da fundação do BCE, está prevista a realização de uma manifestação no centro de Frankfurt na qual os organizadores esperam a presença de 20.000 pessoas.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp