22/08/2018 às 09h06min - Atualizada em 22/08/2018 às 09h06min

Suspeitos da morte de sargento são presos

- Redação

Um homem foi preso e outro morreu em um tiroteio com a polícia no fim tarde desta terça-feira (21). Segundo a polícia, os dois são suspeitos de participarem do assassinato do sargento, Antonilson Póvoas Sousa, de 46 anos, no Maiobão, região metropolitana de São Luís.

De acordo polícia, os dois suspeitos foram identificados apenas como Erinaldo, morto durante uma troca de tiros com os policiais e João Marcelo, baleado no mesmo tiroteio e internado no Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão II).

O terceiro suspeito, identificado com Davi Everton Rodrigues, de 18 anos, baleado com um tiro disparado pelo sargento no dia do crime, continua internado no Socorrão II.

O sargento Póvoas foi assassinado após ser vítima de assaltado na noite desta segunda-feira (20), na Avenida 10, do bairro Maiobão, em Paço do Lumiar, na Região Metropolitana de São Luís.

Segundo a polícia, três suspeitos tentaram roubar o carro da vítima na Avenida 10 do Maiobão, quando perceberam que o carro pertencia ao policial militar dispararam e houve troca de tiros. Com os disparos, o sargento, Antonilson Povoas foi atingido na cabeça, chegou ser socorrido e encaminhado ao Hospital Socorrão II e em seguida para o Hospital do Servidor, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu.

Ainda de acordo com a polícia, o carro roubado foi abandonado no município de Paço do Lumiar. O suspeito baleado foi encaminhado ao Hospital Socorrão II e já está em pose da Secretaria da Justiça e da Administração Penitenciária (SEJAP), que aguarda sua recuperação para encaminha-lo a prisão.

O corpo do sargento Antonilson Póvoas Sousa está sendo velado na Igreja da Restauração, na Av. 10 do Maiobão. Já o sepultamento está marcado para às 16h no Cemitério Pax União, na estrada da Maioba.

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp