26/03/2015 às 10h39min - Atualizada em 26/03/2015 às 10h39min

Morre aos 89 anos o intérprete de Zé Bonitinho

Ator estava hospitalizado em estado grave desde o início de fevereiro

entretenimento@band.com.br

Morreu na manhã desta quinta-feira, dia 26, o humorista Jorge Loredo, famoso pelo personagem Zé Bonitinho.

O ator estava internado no Hospital São Lucas, na zona sul do Rio de Janeiro, desde o dia 3 de fevereiro em estado grave. Segundo nota divulgada pela instituição médica, ele lutava contra Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) grave e um Enfisema Pulmonar e sofreu falência múltipla de órgãos.

Ainda não há informações sobre velório e sepultamento.

Jorge Loredo estava internado há quase dois meses em estado grave:

 

Carreira

Nascido em 7 de maio de 1925, Jorge Loredo começou a dar vida ao personagem que o consagrou na década de 60. Inspirado em um amigo metido a 'garanhão', o ator apresentou Zé Bonitinho, o perigote das mulheres, pela primeira vez no "Noites Cariocas", exibido na extinta TV Rio. A atração, dirigida por Carlos Alberto de Nóbrega, também contava com Ronald Golias. Depois disso passou a integrar o programa "Praça da Alegria", nos anos 70, com Chico Anysio, Moacyr Franco e também Golias.

Nos anos 90, foi convidado para a "Escolinha do Professor Raimundo" e depois trabalhou na "Escolinha do Barulho" (Record) e no humorístico "A Praça é Nossa" (SBT). 

Em 2009, Loredo fez uma participação especial na "Escolhinha Muito Louca", exibida pela Band. Como de costume, o personagem jogou todo seu charme e mandou uma de suas mais famosas frases: "Hello mulheres do meu Brasil varonil... vou dar a vocês agora um tostão da minha voz... Câmeras, close!...".

Em 2005 ganhou um documentário sobre sua vida, o "Câmera, close!", dirigido por Susanna Lira e exibido no canal GNT. No ano seguinte, Selton Mello, seu fã de carteirinha, o dirigiu no curta "Quando o tempo cair".

No teatro, Jorge Loredo atuou na peça infantil "Eu e meu guarda-chuva", a convite da atriz Andrea Beltrão, em 2003.

Já no cinema, o veterano participou dos filmes "Sem essa aranha" (1970), "O abismo" (1977) e "Tudo bem" (1978). Seu último trabalho nas telonas foi no longa-metragem "Chega de saudade" (2008), de Lais Bodansky.

Leia a nota do Hospital São Lucas na íntegra:

"É com pesar que o Hospital São Lucas Copacabana informa o falecimento do paciente Jorge Rodrigues Loredo, de 89 anos – ator e humorista, consagrado pelo papel de Zé Bonitinho em programas televisivos.
 
O paciente internou dia 3 de fevereiro e desde o dia 13/02 esteve na Unidade Cardio Intensiva (UCI). Loredo lutava há anos contra uma Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) grave e um Enfisema Pulmonar e, apesar de todos os esforços terapêuticos, não resistiu e, hoje, dia 26, às 5h foi ao óbito devido a uma falência múltipla de órgãos.
 
O hospital não tem informações sobre o sepultamento".

 

Link
Comentários »
Notícias Relacionadas »
ss