Portal Emaranhense Publicidade 728x90
15/01/2024 às 16h50min - Atualizada em 15/01/2024 às 16h50min

Câmara realizará roda de diálogos para promover a conscientização sobre a saúde mental

Evento acontece nesta quarta-feira, 17

Da Redação
Roda de diálogo debaterá ansiedade e estresse no início do ano (Foto: Divulgação)
A Câmara Municipal de São Luís promoverá nesta próxima quarta-feira, 17, uma roda de diálogos com o tema “Então é ano novo e o que a gente faz? Reflexões sobre ansiedade e estresse no início do ano”. O encontro é uma das ações em alusão ao mês de conscientização sobre os cuidados necessários com a saúde mental, “Janeiro Branco”.

O bate-papo será realizado a partir das 9h, na Sala de Reuniões da Casa Legislativa, e será conduzido pelos psicólogos Mauro Brandão e Ruan Ferreira. O evento é uma realização da Diretoria de Comunicação, por meio do Departamento de Comunicação Organizacional, em parceria com o setor de Recursos Humanos, por meio da Psicologia e do setor de Saúde e Assistência ao Servidor, por meio do Serviço Social.

“Pensamos nessa temática por conta do início do ano ser um momento em que muitos de nós costumamos criar expectativas, planos, projetos para o futuro, além de também fazer uma avaliação do período passado. Ocorre muitas vezes que esse momento de avaliação do período passado e expectação do que está por vir pode ser marcado por estresse, cobrança, ansiedade e outras questões e é isso que a Roda de Diálogos vai abordar”, frisou o psicólogo Ruan Ferreira. 

O profissional também ressaltou que trazer esse tipo de discussão para dentro da Câmara pode contribuir para um bom ambiente de trabalho e para uma boa saúde mental dos funcionários. 

“Acredito que seja importante construir espaços em que os servidores e servidoras da Câmara possam compartilhar experiências e contar sua própria história. O trabalho é uma questão central na vida das pessoas, nós vendemos a força de trabalho para garantir a sobrevivência, mas, além disso, o trabalho também é um lugar de sociabilidade, reconhecimento e identidade, por exemplo, provavelmente quando pedem que você se apresente em algum lugar as primeiras coisas que você pensa são seu nome e profissão. Tendo em vista que trabalho e saúde mental se relacionam em muitos aspectos, trazer essa discussão para os servidores da Câmara é salutar”, finalizou Ruan Ferreira. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Portal Emaranhense Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp