06/06/2018 às 11h49min - Atualizada em 06/06/2018 às 11h49min

Imigrantes resgatados no Maranhão recebem documento provisório de permanência no Brasil

- Redação

A Polícia Federal concedeu aos 25 africanos, resgatados no último dia 19 de maio, na costa maranhense, um documento provisório de Registro Nacional Migratório. O documento, garante aos imigrantes o direito de circular livremente em todo território nacional e tirar documentações básicas como CPF e Carteira Nacional de Trabalho, que já foram solicitados à Receita Federal pela Defensoria Pública da União (DPU).

De acordo com a Defensoria, apenas sete, dos 25 africanos, declararam o desejo de irem para outros Estados do país, enquanto os demais afirmaram o interesse em permanecer no Maranhão. Os imigrantes com interesse em permanecerem, foram orientados a procurar o Sine para realizar o cadastramento para concorrer à vagas de emprego disponíveis no Estado. Em seus países de origem, alguns deles desempenhavam atividades como pedreiro, marceneiro, motorista, lanterneiro, professor, entre outros.

Por não falar a língua portuguesa, os imigrantes devem receber da Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), um curso de português instrumental, como protocolo humanitário adotado por várias organizações que recebem imigrantes no Brasil e que os ajuda a transpor uma das barreiras na procura pelo emprego no país.

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp