26/05/2014 às 18h57min - Atualizada em 26/05/2014 às 18h57min

Conscientização popular marcará programação do Dia Mundial sem Tabaco

.

TV Maranhense, com informações da SES

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) fará no sábado (31), uma grande ação de conscientização contra o cigarro para comemorar o Dia Mundial sem Tabaco.

Como forma de chamar a atenção da população para os malefícios do vício, o dia de conscientização e combate ao fumo acontecerá, um dia antes da data que marca a luta por um mundo sem cigarro. O ponto de concentração será o Terminal de Integração da Cohama, visando atingir o maior número de pessoas possível, segundo informou a coordenadora do Departamento de Atenção ao Adulto e Idoso da SES, Tereza Carvalho.

“Durante toda a manhã da sexta-feira (30), serão distribuídos folders educativos, e feitas abordagens destacando o problema do cigarro e do perigo que se estende aos fumantes passivos, buscando alertar a população sobre o quanto o fumo interfere na saúde, na vida pessoal e convívio social das pessoas”, disse Tereza Carvalho.

Além das abordagens de conscientização, serviços também serão disponibilizados aos transeuntes, passageiros e a quem trabalha no terminal. Fumantes e não fumantes poderão fazer a verificação da pressão arterial e da taxa de glicemia, indicando se a pessoa deve buscar auxílio médico para corrigir ou acompanhar possíveis situações de risco.

Além de São Luís, a ação também ocorrerá em Itapecuru-Mirim, no quilombo de Santa Rosa, próximo ao entroncamento, onde equipes da SES trabalharão em parceria com técnicos da Estratégia de Saúde da Família (ESF) do município, tanto para combater o consumo de cigarro quanto para realizar exames, consultas e outros serviços.  

 

Danos

O fumo é o fator de risco mais importante para o agravo de mais de 50 doenças crônicas comuns, como o câncer, doenças cardiovasculares, diabetes e doenças respiratórias, além de causar impotência sexual. Por isso outro ponto destacado na ação segue o tema escolhido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para marcar a data em 2014, relacionado a medidas econômicas para reduzir a demanda por produtos de tabaco e compensar os cofres públicos com o tratamento de doenças provenientes do uso excessivo e prolongado do cigarro. 

“Aumento de impostos sobre produtos de tabaco: este tema exposto pela OMS para marcar o dia demonstra uma medida que busca reduzir a demanda de consumo e, principalmente, a grande carga econômica para a sociedade associada aos custos indiretos da saúde pública, relativos a doenças, incapacitações e perda de produtividade causada pelo fumo, sem falar nos prejuízos gerados à própria vida do fumante”, disse Tereza Carvalho.

Ela também alerta que, para quem deseja deixar este hábito, além de muita força de vontade é preciso persistência e, em alguns casos, buscar ajuda nos serviços especializados.

 “Segundo as diretrizes e normas referenciadas pelo Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica – PMAC/ MS, hoje contamos com uma vasta rede de assistência composta pelos técnicos das estratégias da família, pelos mais de 350 consultórios públicos e, ainda, pelos Centros de Atenção Psicossocial a dependentes de álcool e drogas (CAPs-Ad), como o mantido pelo estado em São Luís”, acentuou a coordenadora


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp