23/01/2020 às 16h16min - Atualizada em 23/01/2020 às 16h16min

Judiciário de Colinas marca data da cerimônia de casamento comunitário gratuito

O juiz Sílvio Alves Nascimento, marcou para 15 de abril a realização de uma cerimônia do Projeto “Casamentos Comunitários” na comarca de Colinas. As inscrições dos casais poderão ser realizadas entre os dias 3 de fevereiro e 13 de março, na 2º Serventia Extrajudicial (Cartório) de Colinas (Rua Dr. Urbano Santos, Bairro Centro).

O horário e o local de realização serão divulgados até dez dias antes da realização do evento, após levantamento do número de noivos inscritos, das condições do tempo (clima) e de disponibilidade de locais para as cerimônias, visando o melhor conforto dos casais, podendo a data ser alterada. A confirmação do dia, horário e local da solenidade será feita por ato judicial a ser expedido e afixado no fórum, e disponibilizada para a administração municipal, meios de comunicação e locais de grande circulação.

GRATUIDADE – A habilitação e certidão de casamento são gratuitos. Não serão cobrados emolumentos aos casais pelo cartório, sendo proibida a cobrança de qualquer taxa ou despesa extraordinária pelas serventias extrajudiciais, de acordo com o Provimento nº 10/2013 da Corregedoria Geral de Justiça.

Os custos do registro civil serão assegurados pelo Fundo Especial das Serventias de Registro Civil de Pessoas Naturais do Estado do Maranhão – FERC, criado em 2000, com a finalidade de captar recursos destinados a garantir a gratuidade dos atos do Registro Civil das Pessoas Naturais à população do Maranhão, conforme assegura a Lei nº 9.534, de 10 de dezembro de 1997.

DOCUMENTAÇÃO - Os interessados em participar do Casamento Comunitário deverão apresentar os seguintes documentos, acompanhados de cópias:
a. Certidões de nascimento atualizadas dos nubentes;
b. Comprovantes dos endereços das residências dos nubentes;
c. Se houver nubente divorciado, apresentar a certidão do casamento anterior com a averbação do divórcio;
d. Se houver nubente viúvo, apresentar a certidão de óbito do falecido cônjuge;
e. Caso o nubente seja menor de 18 (dezoito) e maior de 16 (dezesseis) anos, é necessário o consentimento por escrito dos pais;
f. Caso o nubente seja menor de 16 (dezesseis) anos, é necessária autorização judicial.

O projeto “Casamentos Comunitários” no âmbito do Poder Judiciário maranhense, realizado pela Corregedoria Geral da Justiça desde 1998, é voltado a viabilizar o amplo acesso à sociedade, especialmente aos que por insuficiência de recursos não puderem arcar com os custos do casamento civil.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp