23/11/2017 às 09h35min - Atualizada em 23/11/2017 às 09h35min

Polícia Federal prende ex-chefe da Casa Civil do governo Cabral

- Redação

A Polícia Federal (PF), prendeu nas primeiras horas de hoje (23), o ex-chefe da Casa Civil do governo de Sérgio Cabral, Régis Fichtner e o empresário Georges Sadala, suspeito de ser o operador financeiro do esquema montado pelo ex-governador do Rio de janeiro. A operação C'est fini (É o fim, em francês), é uma nova fase da lava Jato. A operação cumpre mais três mandados de prisão, de condução coercitiva, além de busca e apreensão.

A prisão de Fichtner foi realizada em própria sua residência na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, por volta das 6h. Ele é suspeito de ter recebido propina no valor de R$ 1,6 milhão.

A ação de tem como alvo, além do ex-chefe da Casa Civil Régis Fichtner e do empresário Georges Sadala, os engenheiros Maciste Granha de Mello Filho e Henrique Alberto Santos Ribeiro, acusados de favorecimento no esquema de propina de Cabral.

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral está preso em uma penitenciária da zona norte do Rio de Janeiro desde o fim do ano passado, após a Operação Calicute. Hoje ele responde a vários inquéritos e já foi condenado em primeira instância a vários anos de prisão. 

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
ss