13/06/2014 às 16h08min - Atualizada em 13/06/2014 às 16h08min

Movimento feminista protesta em frente a Catedral de Santa Maria

TV Band
TV Maranhense - noticias@band.com.br

Gerard Julien/AFP

Ativistas do grupo feminista Femen, protestaram em Madri- Espanha contra a reforma da lei do aborto no país. As manifestantes se mantiveram presas a uma cruz por correntesna Catedral de Santa Maria a Real de Almudena, com a frase “altar para abortar” grafada com tinta preta pelo corpo.

 O protesto veio após uma reunião extraordinária, na qual o governo aprovou um projeto de lei que reverteria a situação do aborto na Espanha, tornando a prática ilegal. Na lei ainda vigente, até a 14ª semana de gestação qualquer mulher grávida pode abortar sem depender de autorização médica ou jurídica.

 Caso a lei seja revertida, o aborto só será autorizado em caso de estupro, até a 12ª semana de gestação e com boletim de ocorrência, ou em caso de perigo à vida da mulher. Além disso, seria necessária a autorização de dois médicos não relacionados à clínica onde o procedimento seria feito.

Link
Notícias Relacionadas »
ss