28/05/2018 às 11h21min - Atualizada em 28/05/2018 às 11h21min

Governo cede e aguarda fim da paralisação dos caminhoneiros

- Redação | com informações da Agência Brasil

O governo federal cedeu e decidiu congelar por 60 dias, a redução do preço do diesel na bomba em R$ 0,46 por litro. A proposta, foi anunciada na noite deste domingo (27), em um pronunciamento feito pelo presidente Michel Temer, após um dia inteiro de negociações no Palácio do Planalto. Em seu pronunciamento, o presidente disse que esse desconto, equivale a zerar as alíquotas da Cide e do PIS/Cofins.

O governo federal concordou ainda, em retirar a cobrança do pedágio dos eixos suspensos dos caminhões em todo o país, além de estabelecer um valor mínimo para o frete rodoviário. Essas determinações, deverão constar em medidas provisórias a serem publicadas em edição extra no Diário Oficial da União. Com o acordo, a expectativa é que a paralisação, que já dura oito dias, encerre ainda nesta segunda-feira (28).

Durante a reunião, a equipe econômica, foi chamada para calcular custos, cortes e compensações, no impacto das novas vantagens concedidas ao setor. Na primeira negociação, ficou acordado que a Petrobras baixaria em 10% o preço do diesel nas refinarias durante 30 dias, e os caminhoneiros fariam uma trégua de 15 dias na paralisação, sendo estimada pelo Ministério da Fazenda em R$ 5 bilhões, o valor das compensações do Tesouro Nacional à estatal.

Agora, com a validade do congelamento do preço, pelo dobro do tempo, as despesas serão proporcionalmente elevadas, passando a custar R$ 10 bilhões ao Tesouro.

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp