13/04/2014 às 19h29min - Atualizada em 13/04/2014 às 19h29min

Fla fatura Carioca com gol no fim e amplia tabu

Rubro-Negro se recupera de semana complicada e conquista seu 33º título estadual. Gigante da Colina chega a 11 anos sem faturar o carioca e 26 sem bater o rival em decisões diretas

Da Redação
esportes@band.com.br

Eliminação precoce na Libertadores, derrota na Justiça, crise se aproximando da Gávea... Tudo isso ficou no passado neste domingo para o Flamengo, que, depois de últimos dias difíceis, fechou a semana com título: o Carioca de 2014, o 33º de sua vasta coleção de conquistas estaduais. Melhor: sobre o Vasco, o que mantém um tabu de 26 anos sem perder uma final direta da competição para o maior rival, que aumenta para 11 anos o tempo sem títulos cariocas. E com toque de crueldade: com gol aos 46 minutos do segundo tempo, que garantiu o empate por 1 a 1 e o título.
O Vasco saiu na frente, com gol de pênalti de Douglas, mas Márcio Araújo, aproveitando rebote e em posição irregular, deixou tudo igual nos acréscimos e fez a parcela rubro-negra do Maracanã, que chorou na quarta, sorrir dessa vez.
O Vasco, que precisava vencer para levantar o título, sucumbiu diante da melhor qualidade do adversário e dos seus próprios problemas. Desfalcado de todo o ataque, sem Edmilson, lesionado, e Everton Costa, suspenso, a jovem dupla de frente, formada por um inoperante Willian Barbio e um isolado Thalles, foi presa fácil.
A “cascuda” defesa rubro-negra, com uma atuação segura, apagou, pelo menos em parte, as falhas do duelo da última quarta-feira, na derrota para o Léon, que custou a vaga nas oitavas de final da Libertadores.

Aos 15 minutos, a tensão do jogo, fraco tecnicamente, ficou mais nítida no empurra-empurra entre André Rocha e Chicão. O árbitro Marcelo de Lima Henrique viu a confusão e expulsou os dois.

Recuado, o Flamengo jogava com o regulamento, enquanto esperava a chance de matar o adversário e garantir o título sem sofrimento. Nos minutos finais, o cansaço foi sentido, e o Vasco cresceu e chegou ao gol.

Aos 29, Pedro Ken entrou na área e foi derrubado por Erazo. Douglas converteu o pênalti e colocou o Vasco na frente.

Os 15 minutos seguintes foram marcados por forte pressão do Flamengo, que gastou as últimas forças para buscar o empate, diante de um cada vez mais recuado Vasco.

Na base da catimba e chutões, o Vasco segurou a vantagem até os 46 minutos da etapa final. Em cobrança de escanteio, Wallace acertou uma cabeçada no travessão. Na sobra, Nixon colocou para dentro. O Maracanã ficou rubro-negro de novo, e assim ficou até o apito final, e deverá permanecer até que outro time do Rio levante uma taça no estádio. Por enquanto, com a Copa do Brasil do ano passado, só deu Flamengo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp