17/02/2014 às 11h45min - Atualizada em 17/02/2014 às 11h45min

Em jogo de arbitragem polêmica, Fla bate Vasco

Gabriel marca aos 44 do segundo tempo e dá a vitória ao Rubro-Negro, em partida que teve gol legal não validado para o Gigante da Colina

Da Redação - esportes@band.com.br
Band

Teve quase de tudo no primeiro “Clássico dos Milhões” do novo Maracanã. Erros de arbitragem, muita confusão, bate-boca e gol nos minutos finais.

 

Assim foi a vitória do Flamengo por 2 a 1 sobre o Vasco neste domingo, em que Gabriel deixou o campo como herói – mas que teve o árbitro Eduardo Cordeiro Guimarães como principal personagem.

Veja como foi o jogo e confira as estatísticas e a ficha da partida.

A polêmica começou aos 12 minutos de jogo. O estreante Douglas cobrou falta no travessão e a bola bateu de depois da linha. Mas o juiz de linha nada viu, assim como o assistente e o árbitro. Segue o jogo.

Jogadores do Vasco reclamam com o arbitragem pelo gol de Douglas não validado

Jogadores do Vasco reclamam com o arbitragem pelo gol de Douglas não validado


Jogadores do Vasco reclamam com o arbitragem pelo gol de Douglas não validado - Foto: Normando-Futura Press-Folhapress

Com os nervos no lugar e jogando melhor, o Vasco chegou ao gol com Fellipe Bastos. Aos 36, o estreante Douglas, que fez boa partida enquanto teve fôlego, fez bela jogada pela esquerda e rolou para o volante completar para as redes.

Imagem mostra bola depois da linha do gol de Felipe, mas juiz mandou jogo seguir

Imagem mostra bola depois da linha do gol de Felipe, mas juiz mandou jogo seguir


Imagem mostra bola depois da linha do gol de Felipe, mas juiz mandou jogo seguir - Foto: Reprodução/Band


A alegria vascaína durou pouco. E em mais um lance polêmico. Elano cobrou falta e Martín Silva se esticou para defender. Mas quando o goleiro toca na bola, ela parece já ter passado a linha. Para o jogo, gol para o Flamengo.

O apito ao final do primeiro tempo foi a senha para explodir a fúria vascaína. Os jogadores cercaram a arbitragem para reclamar. Fellipe Bastos era um dos mais irritados. Douglas, o autor do gol não validado, reclamou do juiz de linha.

Martín Silva se estica, mas quando toca na bola, ela já havia ultrapassado a linha do gol

Martín Silva se estica, mas quando toca na bola, ela já havia ultrapassado a linha do gol


Martín Silva se estica, mas quando toca na bola, ela já havia ultrapassado a linha do gol - Foto: Reprodução/Band


“Pilhado”, o Vasco custou a se encontrar de novo na etapa final. E o Flamengo, que nada tem a ver com os erros da arbitragem, levava perigo à meta de Silva. O Gigante da Colina chegava bem com William Barbio, que entrou no segundo tempo. Mas se sobrava vontade ao atacante, faltava técnica para aproveitar as chances que surgiram.



Aos 19, Jayme de Almeida fez a alteração que mudou de novo a história da partida, colocando Gabriel no lugar de Lucas Mugni.

A partida seguia equilibrava, com boas chances dos dois lados – além de uma ou outra jogada mais dura. Em algumas delas, Guiñazu entrou forte nos rubro-negros, para a bronca dos rivais.

Aos 44 minutos, a entrada de Gabriel surtiu o efeito mais esperado por Jayme. Gabriel invadiu a área pela direita e chuta colocado, sem chance para Silva.

A virada desnorteou o Vasco, que não tinha mais fôlego, nem tempo para empatar. E aos vascaínos só puderam reclamar de novo, enquanto o lado rubro-negro do Maracanã comemorava.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp