12/07/2019 às 11h09min - Atualizada em 12/07/2019 às 11h09min

Polícia cumpre mandado de prisão preventiva para integrantes de associação criminosa, em Goiás, Pará e Maranhão

A Polícia Civil do Maranhão, através da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) em parceria com o Departamento de Combate ao Roubo a Instituições Financeiras (DCRIF), deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva, expedido pela comarca de aparecida de Goiânia, para prisão de Valdenir Coelho Granja, o “TG”.

TG é suspeito de fazer parte de uma associação criminosa responsável por explosões em agências bancárias e terminais de autoatendimento em Goiás, Pará e Maranhão.

De acordo com informações da polícia, Valdenir Coelho foi preso em um condomínio, localizado na Forquilha, em São Luís. Com ele, a polícia apreendeu uma pistola calibre 380 e documentos falsos.

Após investigações da polícia, foi possível identificar o suspeito como um dos participantes na explosão do Banco do Bradesco na cidade de Penalva, ocorrido na madrugada do último dia 8 de junho de 2019.

Na ocasião da ação criminosa em Penalva os criminosos destruíram a referida agência utilizando artefatos explosivos. As investigações continuam com o intuito de identificar, localizar e prender os demais integrantes da associação criminosa.

Após os procedimentos legais, Valdenir foi conduzido para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, onde vai ficar à disposição da Justiça

Link
Notícias Relacionadas »
ss