28/11/2018 às 12h04min - Atualizada em 28/11/2018 às 12h04min

Tiago Bardal é presos por envolvimento com bandos de assaltos a banco

- Redação

O ex-superintendente estadual de investigações criminais (Seic) do Maranhão, Tiago Bardal, foi preso mais uma vezes, nas primeiras horas da desta quarta-feira (28). O ex-superintendente foi preso em razão de uma investigação realizada pela Polícia Civil sobre uma quadrilha de assaltos a banco no interior do Estado. Tiago Bardal está na sede da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor), em São Luís, para prestar depoimento.

Além do ex-superintendente, outros suspeitos também foram presos na operação realizada de forma simultânea em São Luís e Imperatriz, como o investigador João Batista de Sousa Marques e os advogados Werther Ferraz Júnior e Ary Cortez Prado Júnior.

A operação é resultado de uma investigação da Seccor e do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Maranhão.

Segundo a polícia, a investigação que começou em 2018 tem como foco ações criminosas entre os anos de 2015 e 2016. Segundo a Seccor e o Gaeco, os presos tinham relações com os bandos de assalto a banco no interior do Maranhão por receberem propina para evitar as prisões dos chefes das quadrilhas. Os envolvidas mantinham relação direta com os advogados ligados aos assaltantes. Assim, a parte que caberia tanto ao delegado quanto ao investigador em cada negociação girava em torno de R$ 100 mil.

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp