12/11/2018 às 10h19min - Atualizada em 12/11/2018 às 10h19min

Prefeito de Davinópolis é encontrado morto em matagal

- Redação

O prefeito do município de Davinopólis, Ivanildo Paiva, do PRB, de 57 anos, foi encontrado morto na manhã de ontem (11), com cerca de 6 marcas de tiros no corpo, no povoado mata grande, 2 km de distância da sede da fazenda do prefeito, na zona rural do município Davinopólis, a 663 km de São Luís.  Já o carro da vítima foi encontrado abandonado as margens da BR 010, próximo ao 50º Batalhão de Infantaria de Selva, em Imperatriz. /

Até o momento não há informações sobre a causa da morte, mas equipes do Instituto Médico Legal (IML) e da Polícia Civil foram encaminhadas ao local e realizam perícias para investigar o caso.

Em nota o governador Flávio Dino, disse que manifesta profundo pesar pela morte do prefeito Ivanildo Paiva, de Davinópolis. "Ao tempo que repudia o assassinato, informa que todas as providências estão sendo adotadas para elucidar o covarde assassinato, trabalhando para identificar autor/autores para que seja feita justiça.  Toda solidariedade a familiares e amigos do prefeito Ivanildo Paiva nesse momento de dor e justa indignação".

O velório do prefeito de Davinópolis, está sendo realizado na casa da família no mesmo município. Já o enterro da vítima será realizado em um cemitério Campo da Saudade, em Imperatriz, distante 635 km de São Luís, onde também está sepultado o corpo do filho Ivanildo Paiva Barbosa Júnior, assassinado em 2008.

 

Morte do filho

Em 2008, Ivanildo Paiva Barbosa Júnior, de 19 anos, filho do prefeito também foi assassinado, após ser abordado por uma patrulha policial, onde a toda a ação foi gravada por câmeras de segurança.

Ivanildo Júnior havia saído de casa para deixar amigos e a namorada em suas casas no centro da cidade, quando foi visto pela última vez. No dia seguinte o carro da vítima foi encontrado na estrada do arroz, no município de Davinópolis, sem placas e o sistema de som. / já o corpo da vítima foi encontrado uma semana depois, enterrado em cova rasa, nas proximidades do local onde o carro havia sido abandonado.

Após investigações, os militares envolvidos na ação foram presos, mas negaram envolvimento no caso. Já o terceiro envolvido no crime, foi o segurança Claudiomar Ferreira dos Santos, preso depois de confessar sua participação no assassinato do estudante.

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp