27/02/2018 às 10h29min - Atualizada em 27/02/2018 às 10h29min

Decretada prisão preventiva de suspeitos capturados em operação no Quebra Pote

- Redação

O juiz Ronaldo Maciel converteu, na noite desta segunda-feira (26), a prisão em flagrante em prisão preventiva a oito pessoas acusadas de participarem de uma quadrilha especializada em contrabando, em São Luís.

Três das oito pessoas são militares. O juiz justificou a prisão alegando a plausibilidade de ocorrência de organização criminosa e a participação dos acusados. Em relação à situação do delegado Tiago Bardal, a audiência de custódia não apresentou novidades. O delegado segue à disposição do Poder Judiciário.

A Secretaria de Segurança Pública fez o pedido de prisão preventiva contra o delegado, mas o pedido ainda está com o Ministério Público e não chegou às mãos do juiz. O nome dos acusados não-militares que tiveram a prisão preventiva decretada são: Rogério Sousa Garcia, Edmilson Silva Macedo, José Carlos Gonçalves, Rodrigo Santana Mendes, Éder Carvalho Pereira. Além deles, tiveram a prisão preventiva convertida os policiais militares Luciano Fábio Farias Rangel, Fernando Paiva Morais Junior e Joaquim Pereira de Carvalho Silva são acusados de participarem da quadrilha de contrabandistas.

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp