19/08/2013 às 10h28min - Atualizada em 19/08/2013 às 10h28min

Cheques sem fundos iniciam segundo semestre em alta

No Maranhão, a devolução de cheques em julho/13 foi de 7,09% do total de cheques compensados

Serasa Experian
Foram devolvidos pela segunda vez por falta de fundos, em todo o país, 2,03% dos cheques compensados no mês de julho/13, percentual maior que os 1,94% verificados em junho. 
 
É o que revela o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos. O percentual verificado em julho/13 também é maior que os 2,00% observados em igual mês do ano anterior.
 
Quanto aos acumulados, foram devolvidos 2,07% de cheques de janeiro a julho de 2013, contra 2,06% em igual período de 2012. Os economistas da Serasa Experian observam que a devolução de cheques por falta de fundos está na direção oposta à inadimplência geral do consumidor, que vem registrando quedas mensais.
 
Diante da redução de seu poder aquisitivo, em decorrência da inflação,dos juros em alta e dos gastos do período (Dia das Mães, Dia dos Namorados e férias), o consumidor pode estar buscando novos empréstimos com os cheques pré-datados.
 
Nos Estados e regiões
 
Em todo o país, a devolução de cheques em julho/13 foi de 2,03% do total de cheques compensados, maior que a devolução de 1,94% registrada em junho/13. Em julho/12, a devolução de cheques pela segunda vez por falta de fundos no país havia sido de 2,00% do total de cheques compensados.
 
De janeiro a julho de 2013, o estado de Roraima foi o que apresentou a maior incidência de cheques sem fundos (11,37%). Na outra ponta do ranking está o Amazonas, com 1,45%. Entre as regiões, a Norte foi a que apresentou o maior percentual de cheques devolvidos (4,46%), enquanto a Sudeste foi a de menor nível (1,62%).
 
Na Região Norte, a devolução de cheques em julho/13 foi de 4,46% do total de cheques compensados, maior que a devolução de 4,33% registrada 
em junho/13. Em julho/12, a devolução de cheques pela segunda vez por falta de fundos na Região Norte havia sido de 4,36% do total de cheques 
compensados.
 
Na Região Nordeste, a devolução de cheques em julho/13 foi de 4,06% do total de cheques compensados, maior que a devolução de 4,04% registrada em junho/13. Em julho/12, a devolução de cheques pela segunda vez por falta de fundos na Região Nordeste havia sido de 3,77% do total de cheques compensados.
 
No Maranhão, a devolução de cheques em julho/13 foi de 7,09% do total de cheques compensados, maior que a devolução de 7,00% registrada em junho/13. Em julho/12, a devolução de cheques pela segunda vez por falta de fundos no Maranhão havia sido de 6,65% do total de cheques compensados.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp