21/03/2017 às 17h01min - Atualizada em 21/03/2017 às 17h01min

Justiça anula mandados de prisões temporárias contra blogueiros.

- Redação | Judson Carvalho
Foto:Divulgação

Depois de horas detidos, acusados de participarem de um esquema criminoso, os blogueiros Hilton Ferreira Neto, Luís Assis Cardoso da Silva Almeida e Luis Pablo Conceição Almeida tiveram os mandados de prisão revogada pelo juiz José Magno Linhares Moraes, titular da 2ª Vara da Justiça Federal no Maranhão.

Após a grande repercussão do caso, o blogueiro Luís Cardoso , acusado de ser o chefe do esquema, atacou alguns jornalistas da imprensa local. Em um pobre esclarecimento do fato, ele chamou um jornalista de x-9

 

Reveja o caso:

Na manhã de ontem terça feira (21), a Polícia Federal deflagrou a Operação “Turing”, o principal motivo da operação seria um esquema de vazamento de informações da Polícia Federal e extorsões de empresários, políticos e servidores públicos. Tais extorsões eram feitas por blogueiros maranhenses

Mais de 80 policiais federais participaram da operação, que tinha como objetivo cumprir 23 mandados judiciais sendo cinco conduções coercitivas, 15 de busca e apreensão e quantro mandados de prisão temporária.

O que chamou atenção na operação foi a prisão dos blogueiros maranhenses Hilton Ferreira Neto, Luís Assis Cardoso da Silva Almeida e Luis Pablo Conceição Almeida, e também a prisão do policial federal Danilo dos Santos Silva.

Dando continuidade á operação, foram conduzidos coercitivamente os blogueiros Ezequiel Martins da Conceição, Antônio Marcelo Rodrigues da Silva, Marcelo Augusto Vieira, Antônio Martins Filho e Yuri dos Santos Almeida. Todos esses mandados foram expedidos pela 2ª vara da Justiça Federal de São Luís-MA.

Segundo a Polícia Federal os trabalhos investigativos, para a realização da operação, estavam em andamentos desde 2015, porém os blogueiros investigados, já estavam realizando esses fatos ilegais desde 2014.

 

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br e também para nosso whatsapp -(98)98739-7762 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp