12/08/2013 às 11h05min - Atualizada em 12/08/2013 às 11h05min

Sonora Brasil acontece esta semana em São Luís

O espetáculo “O Marabaixo e o Batuque” será realizado no teatro Alcione Nazaré, a partir das 19 horas, com entrada franca

Ascom/ Sesc

Com apresentação do grupo amapaense Raízes do Bolão, tem início nesta terça-feira (13), em São Luís, o circuito 2013/2014 do projeto Sonora Brasil, do Sesc. O espetáculo “O Marabaixo e o Batuque” será realizado no teatro Alcione Nazaré, a partir das 19 horas, com entrada franca.

A mostra exibe músicas e danças típicas do Amapá valorizadas pelo instrumento regional marabaixo, associado às festividades da Igreja Católica em louvor a Santo Expedito, São Tiago e São José e às tradições seculares de origem quilombolas da região.

O grupo mantém a tradição de cantar os ladrões (cânticos) que falam de situações diversas do cotidiano e de temas religiosos. “Dona Chiquinha, matriarca do quilombo, aos 92 anos participa ativamente das festas e é referência para todos, detentora de conhecimentos que ajudaram o grupo a recuperar histórias e cânticos do passado”, destaca o ator Diego Santos.

Os demais integrantes são os tocadores Mestre Pedro, Manoel dos Santos, José Antônio e as cantadeiras Esmeraldina dos Santos, Davina dos Santos, Carmem Andreia e Siula da Fonseca.

Na 16ª edição do projeto Sonora Brasil: Formação de Ouvintes Musicais os grupos Raízes do Bolão (AP), Samba de Cacete da Vacaria (PA), Raízes de Tocos (BA) e Alabê Ôni vão desenvolver o tema Tambores e Batuques. Eles percorrem 128 cidades de todas as regiões brasileiras, começando o circuito pelas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste.

Os grupos Quinteto Brasília (DF), Duo Cancionâncias (RJ), Quarteto Belmonte (RJ) e Octeto do Polyphonia Khoros apresentam o tema Edino Krieger e as Bienais de Música Contemporânea se apresentando este ano nas regiões Sul e Sudeste. No ano que vem, os grupos invertem o roteiro para completar o circuito nacional.

Com o tema “Tambores e Batuques”, músicos do Amapá, Rondônia, Pará, Bahia e Rio Grande do Sul apresentam a cultura da tradição oral presentes em comunidades quilombolas com canções que retratam o cotidiano social, o trabalho e crenças religiosas. A entrada em todos os espetáculos é gratuita.

Os grupos vão circular em São Luís durante quatro dias utilizando instrumentos fabricados artesanalmente, de acordo com as tradições de suas comunidades, apresentando repertório de cânticos que aludem a fatos da vida social, ao trabalho e às crenças religiosas.

A programação continua na quarta-feira, 14, com o grupo Samba de Cacete de Vacaria (PA). Na quinta-feira, 15, será a vez do grupo Samba Raízes de Tócos (BA) e na sexta-feira, 16, se apresenta o grupo Alabê Ôni – Tambor de Sopapo (RS).

PROGRAMAÇÃO

 

SONORA BRASIL

Raízes do Bolão (AP)

Data: 13 de agosto (terça-feira)

Hora: 19 horas

Local: Teatro Alcione Nazareth

 

SONORA BRASIL

Samba de Cacete de Vacaria (PA)

Data: 14 de agosto (quarta-feira)

Hora: 19 horas

Local: Teatro Alcione Nazareth

 

SONORA BRASIL

Samba Raízes de Tócos (BA)

Data: 15 de agosto (quinta-feira)

Hora: 19 horas

Local: Teatro Alcione Nazareth

 

SONORA BRASIL

Alabe Ônis (RS)

Data: 16 de agosto (sexta-feira)

Hora: 19 horas

Local: Teatro João do Vale 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp