09/12/2016 às 17h49min - Atualizada em 09/12/2016 às 17h49min

Eduardo Paes tem bens bloqueados pela Justiça.

O prefeito é investigado pela construção do Campo de Golfe Olímpico da Barra da Tijuca.

Por idmsilva@band.com.br

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), teve todos os bens bloqueados pela Justiça nesta sexta-feira. Paes é acusado de improbidade administrativa e é investigado pela construção do Campo de Golfe Olímpico da Barra da Tijuca, na zona oeste da capital carioca.
A acusação garante que Paes teria dispensado o pagamento de R$ 1,8 milhão da construtora Fiori Empreendimentos Imobiliários, referente à licença ambiental para fazer o local de competições, em 2013.
Segundo o juiz, o contrato, feito sem estudos e beneficiando apenas uma das partes, foi usado para imputar ao município a responsabilidade pelo pagamento da quantia de R$ 1.860.312,30.

Foto:Divulgação

O valor foi pago pelo município, e a decisão judicial destaca que o dano ocorreu em 2013. Hoje, a dívida é de aproximadamente R$ 2.390.550,78.
No Registro de Candidatura de 2012, Paes declarou ter R$ 330.112,69 depositados em uma poupança, uma aplicação e duas contas-correntes.
A decisão destaca que o prefeito já anunciou que, após o fim do mandato, irá residir nos Estados Unidos, o que dificultaria a recomposição dos danos causados.
Como punição, Eduardo Paes e a construtora terão seus bens penhorados para o pagamento desta dívida.

Saiba mais  desta e de  outras notícias em nosso facebook.Você pode enviar a sua denúncia para nosso whatsapp-(98)98739-7762.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp