20/10/2016 às 11h26min - Atualizada em 20/10/2016 às 11h26min

60,4% aprovam PEC do teto de gastos, segundo CNT

Para entrevistados, Temer se sairá melhor do que a ex-presidente Dilma.

- Do Metro Jornal noticias@band.com.br
Carlo Allegri/Reutres

O presidente Michel Temer deve ter a recuperação da economia e o combate ao desemprego como principais prioridades do governo, segundo aponta a pesquisa do instituto MDA divulgada ontem  quarta-feira 19,pela CNT (Confederação Nacional dos Transportes).

Nas duas áreas, os entrevistados nutrem a expectativa de que Temer se sairá melhor do que a presidente cassada Dilma Rousseff.

Saúde e educação, com 60,6% e 41,5%, respectivamente, estão no topo das prioridades e seis em cada dez ouvidos aprovam a polêmica PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que cria pelos próximos 20 anos um teto de gastos das despesas – 32,5% são contra.

“Os indicadores econômicos tendem a favorecer a melhora do humor”, avaliou o diretor-executivo da CNT, Bruno Batista.

A MP (Medida Provisória) sobre a reforma do Ensino Médio é conhecida por 19% dos entrevistados, mas 65% não acreditam que os alunos estejam preparados para escolher a carreira profissional. A justificativa: para 41,5% o ensino médio é apenas razoável.

Para 58% dos entrevistados, Temer terá o apoio político necessário para fazer as mudanças.

Na outra ponta, chama a atenção que infraestrutura e obras e melhoria dos programas sociais são setores que têm baixa expectativa de melhorar no atual governo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp