22/01/2015 às 09h44min - Atualizada em 22/01/2015 às 09h44min

Paralisação dos aeroviários atrasa voos

Ato ocorre em aeroportos de pelo menos três capitais: SP, RJ e Porto Alegre

notícia@band.com.br

Pilotos, comissários e equipes de terra paralisaram os serviços nos principais aeroportos do país. O ato começou às 6h e se estendeu até pouco depois das 7h desta quinta-feira.

Segundo o sindicato dos aeronautas e aeroviários, 175 voos estavam previstos para decolar neste horário. Até as 8h, 87 voos estavam atrasados e 36 haviam sido cancelados, segundo a Infraero.

O atraso nos primeiros voos da manhã deve provocar efeito cascata ao longo do dia. A previsão é para as decolagens previstas para as próximas cinco horas. 

Protesto

Houve manifestação em pelo menos três grandes aeroportos: Congonhas e Guarulhos, em São Paulo; Santos Dumont, no Rio de Janeiro; e Salgado Filho, em Porto Alegre. 

No aeroporto de Congonhas, pelo menos dez voos previstos para o início da manhã foram cancelados. 

Reivindicações

Aeronautas e aeroviários protestam por melhores condições de trabalho. Eles pedem aumento de 8,5% nos salários e benefícios, além de melhores condições de trabalho (como ajuste nas escalas) e do estabelecimento de um piso salarial para os agentes que fazem o check-in.

A proposta das empresas, no entanto, oferecia reajuste de 6,5% para os salários e aumento de 8% para alguns benefícios.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp