Portal Emaranhense Publicidade 728x90
16/07/2013 às 15h41min - Atualizada em 16/07/2013 às 15h41min

Segep divulga resultado do Concurso Público Nacional de Arquitetura do Novo Centro Administrativo do Maranhão

Secretário Fábio Gondim com representantes do IAB/DF e membros da comissão julgadora

Segep Texto: Patrícia Camacho

A Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (Segep) e o Instituto de Arquitetos do Brasil Departamento do Distrito Federal - IAB/DF anunciaram, nesta segunda-feira (15), os três primeiros colocados e Menção Honrosa do Concurso Público Nacional de Arquitetura para o desenvolvimento do Projeto do Novo Centro Administrativo do Maranhão. A abertura das propostas foi realizada na presença dos coordenadores do IAB/DF e MA, e dos representantes da Segep.

O concurso, promovido pela Segep e coordenado pelo IAB/DF, com apoio do Departamento no Maranhão (IAB/MA), foi lançado em abril deste ano e recebeu 38 projetos, dentre as 64 inscrições homologadas.

O secretário da Gestão e Previdência, Fábio Gondim, logo após anunciar o vencedor do concurso, parabenizou os participantes, que segundo ele, "brindaram a comissão julgadora com propostas criativas, belas e funcionais”.

Fábio Gondim disse que a construção do novo Centro, permitirá a centralização de todos os órgãos num único endereço, como também a integração entre as secretarias, mais velocidade no trâmite de processos, economia nos contratos de aluguel, telefonia, internet, água, luz, telefone, manutenção, limpeza e segurança, entre outros ganhos.

O primeiro lugar ficou com o projeto de Arthur de Mattos Casas, de São Paulo, que se destaca, conforme a comissão julgadora, pela adoção de um partido arquitetônico consistente, que confere ao Complexo Administrativo do Estado do Maranhão grande representatividade, sobretudo, expressivo valor simbólico.

A proposta revela, com propriedade, o caráter institucional público indispensável à natureza do complexo Administrativo do Estado do Maranhão. A estratégia de requalificação das edificações permitiu adaptá-las às premissas técnicas estabelecidas, ao mesmo tempo, integrá-las à linguagem arquitetônica proposta. A intervenção idealizada nas estruturas existentes assegura grande flexibilidade na utilização e na apropriação dos pavimentos, em virtude da localização das circulações verticais bem como, das infraestruturas prediais, nas empenas leste e oeste.

De acordo com o arquiteto, a proposta teve como objetivo "propor um desenho que ao mesmo tempo conectasse o conjunto edificado e gerasse vazios, em harmonia com as pré-existências".

Para conhecer os projetos finalistas, os interessados podem acessar o site http://www.novocentroadministrativoma.arq.br/, como também a ata de julgamento e a lista dos participantes, além de mais informações sobre o concurso.

 
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Portal Emaranhense Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp