14/01/2015 às 11h42min - Atualizada em 14/01/2015 às 11h42min

Presidente da Sabesp critica suspensão da sobretaxa

Jerson Kelman afirma que decisão da Justiça privilegia interesses individuais

notícia@band.com.br

Para o presidente da Companhia de Saneamento Básico de São Paulo (Sabesp), Jerson Kelman, a decisão da Justiça, de barrar a cobrança de sobretaxa aos consumidores, "privilegia os interesses individuais de quem não quer diminuir o consumo" de água. 

 

Em entrevista à Rádio Bandeirantes na manhã desta quarta-feira, Kelman afirmou que foi ele mesmo quem redigiu a proposta da taxa extra para os consumidores que gastarem acima da média do consumo e se mostrou contrário à decisão da Justiça. 

 

"Tem uma pequena minoria que não está solidária com a redução do consumo", disse. 

 

A suspensão da multa foi determinada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), ao deferir parcialmente um pedido liminar feito pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste). Isso porque, pela lei, antes de aplicar taxa extra aos consumidores, o governo precisa decretar oficialmente o racionamento de água, o que até agora não foi feito em São Paulo. 

A sobretaxa seria cobrada conforme o consumo e poderia chegara a até 100% do valor da fatura. 

O governo de São Paulo informou que vai pedir a suspensão da liminar ao presidente do TJSP e que "confia na legalidade e na necessidade da aplicação da tarifa de contingência".

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp