30/12/2014 às 08h47min - Atualizada em 30/12/2014 às 08h47min

Morre na Argentina a eterna Hilda Furacão

Aos 84 anos, ela estava internada há oito meses com problemas de saúde

entretenimento@band.com.br

Nesta segunda-feira, dia 29, morreu Hilda Maia Valentim, a eterna Hilda Furacão. Viúva do ex-jogador do Boca Juniors, Paulo Valentim, ela estava com 84 anos e vivia sozinha no asilo Guillermo Rawson, em Buenos Aires.

A causa da morte foi multiorgânica, iniciada por um problema respiratório seguido de uma falha renal. Hilda estava enfrentando alguns problemas de saúde há oito meses e permaneceu completamente lúcida até novembro.

A senhora ficou conhecida por todo o Brasil quando foi eternizada em um livro pelo autor Roberto Drummond. Em 1998, a obra rendeu uma minissérie protagonizada por Ana Paula Arósio. 

Sem família, o corpo será enterrado no Cemitério de Chacarita, em Buenos Aires, caso ninguém próximo entre em contato com o asilo.

Recentemente o Tá Na Tela esteve na Argentina para conhecer a famosa Hilda Furacão e na matéria, ela conta que assim como a personagem, também perdeu tudo o que tinha. 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp