09/12/2014 às 17h19min - Atualizada em 09/12/2014 às 17h19min

"Não tive medo de morrer", diz Pelé após alta

Rei ficou 15 dias internado no Hospital Albert Einstein

Da Redação esportes@band.com.br

Após 15 dias internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, o Rei Pelé recebeu alta nesta terça-feira. O ex-jogador concedeu entrevista coletiva e admitiu que, apesar da complicação clínica pela qual passou, não sentiu medo.

 

“Eu fiquei preocupado, claro, mas se me perguntarem se fiquei com medo de morrer, isso não, até porque sou um homem de Três Corações”, disse.

 

A infecção urinária que o levou a internação veio logo após uma cirurgia realizada no fêmur. Segundo Pelé, a sequência de problemas de saúde era algo que ele nunca havia sentido.

 

“Avaliei uma coisa que nunca tinha acontecido na minha vida, porque [o problema urinário] coincidiu com um período complicado de operação no fêmur. Eu estava melhorando quando tive pedra nos rins”.

 

Pelé aproveitou a coletiva para esclarecer a retirada de um de seus rins, em 1977, época em que ele atuava no New York Cosmos, dos Estados Unidos. Ele confirmou que o rim parou de funcionar após uma joelhada recebida quando ainda jogava pelo Santos.

 

"Eu tive uma fratura na 12ª vértebra da costela depois de uma joelhada aqui no Brasil, no Santos, e fiz um tratamento. Quando fui para o Cosmos, o médico disse que um dos meus rins não funcionava, e estava jogando assim há um bom tempo. Fui reavalidado e fiz a cirurgia em Nova Iorque. Por isso ninguém ficou sabendo".

 

Situação do Palmeiras serviu de "inspiração" ao Rei

 

Apesar do período internado, o Rei contou que não deixou de acompanhar o futebol brasileiro. Ele contou que a briga do Palmeiras contra o rebaixamento motivou até uma de suas músicas.

 

“Com aquele negócio do Palmeiras, comecei a escrever algumas letras. Me emocionei muito com a torcida naquela agonia, e por outro lado o Cruzeiro fazendo aquela festa. Foi uma experiência muito boa pra mim. Quando você tá na ativa, não tem condições de ver isso”, disse Pelé.

 

O ex-jogador também disse que compôs uma música para as Olimpíadas, mas não quis revelar. Ele também brincou sobre representar a seleção brasileira em 2016.

 

“Quero lembrar que, nas Olimpíadas, podem jogar três acima de 23 anos, e eu sou um deles”, afirmou.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp