08/09/2014 às 10h16min - Atualizada em 08/09/2014 às 10h16min

Quarteto mágico encanta no Morumbi

Com um quarteto mágico formado por Ganso, Kaká, Alexandre Pato e Alan Kardec, o São Paulo superou o Sport por 2 a 0, neste domingo, no Morumbi, e diminuiu a vantagem do líder Cruzeiro na liderança, que agora é de sete pontos (43 a 36).

Mais do que seguir na caça à Raposa, o Tricolor mostrou um futebol envolvente e de alto nível. Com um futebol de velocidade e muita técnica, o São Paulo precisou apenas 45 minutos iniciais para chegar à vitória.

Com toque de bola refinado e muita movimentação, o Tricolor envolveu o rival com facilidade desde o primeiro minuto. Destaque para o segundo gol tricolor, marcado por Alexandre Pato, após uma linha de passe maravilhosa, que começou com Kaká. 

Pato, inclusive, perdeu a chance de marcar outro gol ainda na primeira etapa, num erro terrível de finalização. O primeiro gol foi de Rithely (contra), após chute da direita de Alan Kardec.

O São Paulo empolgou. É fato. O time ainda tropeça na irregularidade, mas tem crescido a cada jogo. Não acredito que fará frente ao Cruzeiro na luta pelo título nacional, já que o clube mineiro é o virtual campeão da temporada, mas que o Tricolor se encorpa a cada jogo é uma realidade.

Se o setor defensivo tricolor apresenta ainda uma certa fragilidade, sobretudo nas laterais, do meio para a frente o time tem equilíbrio e muita qualidade técnica.

Dos times que formam o G-4, o São Paulo é a única equipe com futebol para fazer frente ao Cruzeiro. Mas como o Brasileirão é disputado por pontos corridos, a regularidade do time azul fará a diferença ao final, o que o atual São Paulo ainda não apresenta. 

O Tricolor é um time de futuro. Apesar de ser cobrado agora, como todo time grande, a equipe mostra crescimento e poderá ter seu ápice na próxima temporada.

No entanto, com o enorme risco de perder Kaká, que atua no clube por empréstimo. E Kaká tem muito a ver com o atual estágio tricolor. Bem mais maduro com e sem a bola nos pés, Kaká comando o time com toque de bola e profundidade nas jogadas e também na ascendência perante os demais atletas. Uma pena se Kaká for embora ao final do ano, como deve acontecer.

O Brasileirão caminha firme nas cores azul e branca. O Cruzeiro empatou com o Fluminense, num eletrizante empate por 3 a 3, no Rio, e a vantagem sobre o São Paulo caiu para sete pontos, mas de fato nada mudou na corrida pela taça. A campanha cruzeirense é sólida.

Basta lembrarmos que o líder atuou neste domingo diante de um dos principais times da competição, o Fluminense, e sem dois dos seus principais titulares: Ricardo Goulart e Everton Ribeiro, que estão na seleção brasileira. Mesmo assim, o líder mostrou sua força. 

O Cruzeiro segue forte e soberano no nacional.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp