12/08/2014 às 16h10min - Atualizada em 12/08/2014 às 16h10min

Secretarias de Saúde e Segurança Pública oferecem tratamento para moradores de rua que usam drogas

- Redação | Emaranhense.com.br
SES
Divulgação

Cerca de trinta moradores de ruas que são dependentes químicos foram convidados para que nesta terça-feira (12) recebam tratamentos médicos no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS-AD), no Monte Castelo, em São Luís.

Essa foi a segunda operação realizada, este ano, pelas secretarias de Estado de Segurança Pública (SSP) e Saúde (SES). A operação aconteceu nas rotatórias da Forquilha, São Francisco, Cidade Operária, Rua do Aririzal e no Centro Histórico de São Luis.      

No momento em que chegam ao CAPs, os usuários passam pelo aconselhamento, recebem alimentação, higienização e avaliações psicológicas. “Os que estiverem dispostos a fazer a internação e não tiverem família na cidade serão encaminhados para a UAT, na Cohab. Se estiver na condição de receber o tratamento no CAPs, vamos entrar em contato com a família para que possa se responsabilizar em apoiar o tratamento e restabelecer os laços familiares”, adiantou o médico e diretor do CAPs, Marcelo Soares. 

O delegado responsável pela Área Oeste, Joviano Furtado, disse que o objetivo das operações é combater o consumo de drogas e a prática de delitos nas rotatórias e ruas de São Luis. O CAPs oferece atendimento diário à população com transtornos decorrentes do uso/abuso e dependência de substâncias psicoativas (álcool e outras drogas). Para isso durante o tratamento o dependente participa de atividades como atendimento médico, psiquiátrico, psicoterapêutico e de enfermagem.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp