01/07/2014 às 08h28min - Atualizada em 01/07/2014 às 08h28min

Polícia prende acusados de participação em homicídio de policial civil em Timon

Foram presos os irmãos José Raimundo Gomes de Sousa e Antônio José Gomes de Sousa, conhecidos na região como "Mulambinhos" e Francisco de Assis Gomes de Sousa, vulgo "Duda", primo dos outros dois acusados.

SSP

A Polícia Civil do município de Timon prendeu em flagrante os envolvidos no homicídio do agente policial José Silvino Alencar de Almeida, de 56 anos, no domingo (29), no bairro Jóia, localizado naquele município.

Foram presos os irmãos José Raimundo Gomes de Sousa e Antônio José Gomes de Sousa, conhecidos na região como "Mulambinhos" e Francisco de Assis Gomes de Sousa, vulgo "Duda", primo dos outros dois acusados.

Conforme explicou o delegado Antônio Valente Filho, após o homicídio, foram realizadas diligências nas proximidades do local do crime que culminou com a prisão de Antônio José, acusado de ter desferido os golpes de faca que retiraram da vida da vítima. Ao mesmo tempo a Polícia Militar também realizava buscas na região e efetuou a prisão de José Raimundo.

Já durante esta segunda-feira (30), o terceiro envolvido, Francisco de Assis, cuja prisão preventiva já havia sido decretada pela 2ª Vara Criminal, se apresentou ao 2º Distrito Policial. Com ele a polícia encontrou a arma da vítima.

O Crime

De acordo com informações policiais, por volta das 13h de ontem (29), o agente da Polícia Civil do Piauí, José Silvino Alencar de Almeida, estava em um bar, que fica próximo a uma pequena propriedade dele, quando os irmãos José Raimundo e Antônio José chegaram oferecendo um cadeado à vítima. José Silvino rejeitou o cadeado afirmando que não comprava objetos de "vagabundos" e após insistência dos irmãos, aplicou uma coronhada em Antônio José.

Os irmãos saíram fazendo gestos de ameaça à vítima, e após cerca de 15 minutos retornaram ao local com o primo Francisco de Assis. No momento em que se deslocava para o carro, a vítima, que estava com a esposa, foi seguida pelos três homens, e disparou um tiro na perna de José Raimundo e em seguida entrou no veículo.

Nesse instante Antônio José, conseguiu desferir alguns golpes de faca contra a vítima, que foi atingida nas costas e no pescoço. O agente da polícia civil ainda conseguiu sair com o carro, mas bateu em um muro cerca de 50 metros à frente. Quando a ambulância da SAMU chegou ao local, a vítima já estava sem vida. Os três acusados tiveram a prisão preventiva decretada e ficam agora à disposição da Justiça.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp