24/06/2014 às 11h02min - Atualizada em 24/06/2014 às 11h02min

Betto Pereira e Gerude e grupos de Bumba meu boi empolgam no Arraial da Lagoa

O tablado central recebeu ainda os sotaques dos grupos de bumba meu boi e no palco, se apresentaram Betto Pereira e Gerude.

Secom

A quarta noite de festejo junino no Arraial da Lagoa foi marcada pela presença de muitas famílias maranhenses e turistas. As crianças, vestidas com figurinos do período, assistiram as brincadeiras e dançaram muito, especialmente com o ritmo do Barriquinha, que abriu a programação do domingo (22). O tablado central recebeu ainda os sotaques dos grupos de bumba meu boi e no palco, se apresentaram Betto Pereira e Gerude.

O Arraial da Lagoa, que acontece até o próximo domingo (29) é promovido pelo Governo do Estado por meio das Secretarias de Cultura (Secma), Turismo (Setur) e Comunicação Social (Secom) etem patrocínio da Suzano Papel e Celulose, Caixa Econômica, Mateus Supermercados e Departamento Estadual de Trânsito (Detran), com apoio do São Luís Convention & Visitors Bureau.

Formado por pequenos dançarinos, o Barriquinha mostrou molejo e graciosidade em todos os ritmos maranhenses. A segunda atração da noite foi o Boi de Sonhos, sotaque de orquestra, que levantou o público. Satisfação para quem assiste do lado de fora do tablado e para quem dança no boi, como é o caso de Taynara Santos, índia da brincadeira há 13 anos. "Eu me sinto realizada e feliz em participar e não consigo ficar um ano sem dançar aqui. É um amor que eu tenho muito grande pela nossa cultura, que é muito rica e bonita", declarou.

Este ano o Governo trouxe como tema "São João do Maranhão: A Copa da cultura brasileira". A estrutura montada no Arraial da Lagoa garante conforto e segurança ao público. Além das barracas com comidas típicas, há ainda arquibancada coberta, onde o público também pode ficar sentado apreciando as apresentações tanto no tablado central como no palco de shows.

Quem conferiu de perto a estrutura do Arraial da Lagoa e aprovou a iniciativa foi a arquiteta Daniela Martins, que estava acompanhada do marido e do filho de apenas nove meses. Ela fez questão de ressaltar a organização da festa. "Estamos achando tudo lindo, a decoração, a segurança e o piso que facilita muito o caminhar aqui. A festa em si é rica em ritmos e cores. Estamos contentes em poder trazer nosso filho para esse espaço. Parabéns para os organizadores", disse.

Show

As apresentações no tablado fizeram uma pausa para os artistas maranhenses Betto Pereira e Gerude, que fizeram um grande show no palco. A dupla caminhou por repertório variado e rico da cultura maranhense, com músicas de compositores como João do Vale e outros parceiros.

O show de Betto Pereira intitulado "Arraial do Beto", teve ao fundo do palco, três telas produzidas pelo próprio cantor. Ele abriu a apresentação, cantando "Ana e a Lua" e seguiu repertório variado que incluiu sucessos como Terecô, Toque de amor e Bela flor da ilha entre outros. Gerude cantou vários de seus sucessos com parceiros entre elas, Sofá do Re La Mi (Gerude e Erivaldo), Forró de Otila (Gerude e Alex), Tempo de Guarnicê (Gerude, Ronald Pinheiro e Omar Cutrim), Jamaica a São Luís (Gerude e Ciba Carvalho) e outras.

Os cantores ressaltaram as composições nos mais variados ritmos, fruto da herança do tambor de crioula, dos diferentes sotaques dos grupos de bumba meu boi e demais brincadeiras. "A gente tem muita coisa disso, nosso reggae é muito parecido com xote, porque é muito forte em nossa trajetória", considerou Gerude. "O São João no Maranhão tem um diferencial. A música produzida no Maranhão tem qualidade pela diversidade rítmica e a riqueza poética", complementou Betto Pereira.

A pedagoga Gardênia de Lourdes Oliveira, que acompanhou o show com um grupo de amigos, aprovou a dobradinha dos dois artistas maranhenses. "Nós dançamos muito e acho importante a valorização dos cantores da nossa terra", assinalou.

Logo após o show de Betto Pereira e Gerude, o tablado central voltou a ser ocupado pelas brincadeiras de bumba-meu-boi. Com o tema "Sabedoria, a Tributo de Deus", o Boi Morros contagiou o público com seu sotaque de orquestra.

Em seguida, o Boi União da Baixada do Monte Castelo levou para o Arraial da Lagoa toda a tradição do folclore maranhense. A programação da noite foi encerrada pelas com a força das matracas do Boi de Matinha que levantaram o público.

Mais São João

A festança junina também movimentou Arraiais do Ceprama, do Parque Folclórico da Vila Palmeira e da Vila Junina da Praia Grande (Canto da Cultura, Praça Nauro Machado, Casa do Maranhão, Praça da Faustina).


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp