24/06/2014 às 10h44min - Atualizada em 24/06/2014 às 10h44min

Atrações culturais marcam encerramento da Semana de enfrentamento da violência contra o idoso

O evento, que animou o Centro de Atenção Integral à Saúde do Idoso (Caisi), contou com a presença da defensora geral, Mariana Albano de Almeida

DPE

No clima das festas juninas, a Defensoria Pública do Estado (DPE/MA) encerrou a programação da Semana de Enfrentamento da Violência Contra a Pessoa Idosa, semana passada, com a realização de apresentações culturais, palestras e a oferta de serviços nas áreas de saúde e estética. O evento, que animou o Centro de Atenção Integral à Saúde do Idoso (Caisi), contou com a presença da defensora geral, Mariana Albano de Almeida, que avaliou de forma positiva as ações desenvolvidas, em parceria com os Conselhos Estadual e Municipal dos Direitos do Idoso (Cedima/CMDI) e o Fórum Maranhense de Defesa do Idoso (Femadi).

Durante o encerramento, além de exaltar o trabalho em conjunto realizado pelas instituições que militam na defesa do segmento, responsável por potencializar o trabalho de mobilização da sociedade em torno da necessidade de denunciar os casos de violação dos direitos dos idosos, a defensora geral reiterou o compromisso da instituição em continuar apoiando o segmento, por meio do Centro Integrado de Apoio e Prevenção à Violência contra a Pessoa Idosa (Ciapvi), que de janeiro a abril deste ano, acompanhou 344 casos de violência contra o idoso, dos 2.900 atendimentos realizados pelo órgão neste período.

“Embora o nosso trabalho de acompanhamento da questão da violência contra o idoso se desenvolva ao longo do ano, os benefícios com a realização dessas campanhas é notório, entre eles, o fortalecimento da rede de proteção às pessoas maiores de 60 anos. Por isso, pretendemos tornar iniciativas como essa cada vez mais frequentes, tanto na capital quanto no interior”, destacou Mariana Albano de Almeida. 

Os mais de 60 idosos que compareceram ao evento assistiram à     apresentação do bumba-meu-boi e do Coral do Caisi. Em seguida, houve a palestra ministrada pela psicóloga e terapeuta familiar Lia Lagrotta Farah, sobre o tema “Insuficiência Familiar”.

Segundo a coordenadora do Ciapvi e presidente do Cedima, Isabel Lopizic, a maior conquista da campanha foi “contribuir para que a sociedade maranhense entenda que o processo de envelhecimento deve ser valorizado por todos. E que o idoso deve ter autonomia sobre as decisões que afetam sua vida, quando lúcido, e que viver com dignidade é poder conviver em harmonia com as diversas gerações, apesar das diferenças”, disse.

A diretora geral do Caisi, Fabíola Medeiros, disse que a parceria com a DPE e demais instituições tem ajudado no combate à violência contra o idoso e que só a partir da colaboração mútua esses abusos poderão ser evitados. “A campanha dura apenas uma semana, mas lembramos que a proteção à pessoa idosa deve acontecer todo dia e, por isso, o apoio da Defensoria e das demais instituições, na vigilância a esse tipo de desrespeito, tem sido fundamental”.

Já a supervisora do Programa de Assistência Integrada ao Aposentado (PAI), Arlete Pontes, fez um apelo aos familiares e alguns cuidadores de idosos para que denunciem possíveis maus-tratos. “O maior desafio da campanha é sensibilizar a sociedade para denunciar abusos contra os idosos”.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp