16/06/2014 às 10h05min - Atualizada em 16/06/2014 às 10h05min

Dez assaltantes invadiram o arraial da UFMA e depredaram a universidade

No momento em que os vigilantes foram se aproximando os meliantes começaram a apedrejar as câmeras de segurança, bem como os próprios vigilantes, os quais foram atrás dos infratores para que não quebrassem as câmeras

Ascom/UFMA

A Universidade Federal do Maranhão, em meio ao caso ocorrido na noite de ontem (13) sobre o homicídio registrado na Cidade Universitária durante o arraial realizado na Concha Acústica, esclarece que, por volta das 23:36 uma senhora que estava em um carro de modelo HB20 informou aos vigilantes da Universidade que aproximadamente 10 indivíduos estavam assaltando os participantes durante o arraial. Após receber esta informação foram acionados dois rondas para ficarem de prontidão e garantir a segurança patrimonial da Instituição.

No momento em que os vigilantes foram se aproximando os meliantes começaram a apedrejar as câmeras de segurança, bem como os próprios vigilantes, os quais foram atrás dos infratores para que não quebrassem as câmeras. Com isso, no intuito de dispersar o grupo, um vigilante disparou três tiros para cima, e os meliantes começaram a atirar em direção aos vigilantes, havendo então, uma troca de tiros.

Um dos vigilantes então disparou dois tiros, sendo que só um deles pegou no indivíduo identificado como Igor Albert dos Santos, 19 anos, conhecido por “Cachorrão”. Após a troca de tiros os assaltantes deixaram o local e a vigilância da Universidade acionou a polícia militar no intuito de obter suporte uma vez que os meliantes informaram que iriam retornar ao local para matar e tomar as armas dos vigilantes, porque segundo os indivíduos “somos dos bonde dos 40”. Igor ainda saiu com vida chegando ao óbito logo em seguida, após ter deixado as dependências da Universidade.

O supervisor de segurança de plantão informou que a mãe da vítima compareceu, após saber do óbito do filho, ao Instituto Médico Legal (IML) e disse para o supervisor de segurança: “Eu já sabia que isso iria acontecer. Só não sabia que ia ser assim”.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp