16/06/2014 às 09h58min - Atualizada em 16/06/2014 às 09h58min

Festa argentina vara a madrugada no Rio

Vizinhos foram responsáveis pelo recorde de público da Fan Festa na capital fluminense, que recebeu 41,2 mil

 

Eles compareceram em peso para a partida contra a Bósnia, disputada no Maracanã, na zona norte. Cerca de 10 mil argentinos tinham ingressos para o jogo, outros milhares disputaram as areias. Antes do jogo, até as 17h30, o público estimado na Fan Fest era de 20 mil pessoas.

 

O início da transmissão da partida foi marcada pela euforia dos argentinos, que cantaram hinos de apoio ao time e abriram bandeiras gigantescas sobre o público. Com o primeiro gol, contra, marcado por um bósnio, a torcida ganhou confiança. Mas, com as investidas do time rival, que chutou mais a gol no primeiro tempo, a euforia se transformou em silêncio.

 

Veja imagens de Argentina e Bósnia:

 

 

"Foi um primeiro tempo um pouco morno. Mas a Argentina deu o que podia dar. Vamos ver daqui para a frente como se sairá", disse o portenho Sibo Oscar, um pouco decepcionado com o desempenho do principal atacante, Lionel Messi, considerado a estrela do time e quatro vezes eleito o melhor jogador do mundo.

 

O segundo tempo trouxe a esperança por mais gols, quando os argentinos voltaram a vibrar com os lances. A torcida seguiu apostando as fichas em Messi, que bateu uma falta por volta dos 17 minutos da segunda parte do jogo e, logo, depois, fez o segundo gol da partida. "O importante é ganhar. Ainda há muito campeonato pela frente", declarou o convicto torcedor Maximiliano Chaves.

 

Ainda no segundo tempo, quase no fim do jogo, mesmo com a Fan Fest lotada de argentinos, a pequena torcida bósnia não se calou com o gol de sua seleção. Ao lado de três amigos, a bósnia Arijana Trkulja disse que o apoio da torcida brasileira deu confiança à equipe, que marcou no Maracanã. "Temos chances", avaliou.

 

O placar da disputa só não agradou à torcida mexicana. As vésperas de enfrentar o Brasil, nesta terça-feira, em Fortaleza, um grupo de estudantes do México  esperava "uma seleção argentina mais forte". "O importante, para nós, para nossa classificação, é juntar uma torcida contra o Brasil", brincou Rubem Flores.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp