13/06/2014 às 07h06min - Atualizada em 13/06/2014 às 07h06min

Tecnologia visa otimizar procedimento virtual

TV Maranhense
CGJ-MA

Um sistema totalmente digital para a coleta de assinaturas durante as audiências promete otimizar o trabalho no 2º Juizado Especial de Imperatriz. A tecnologia foi apresentada nessa quarta-feira (11), pelo juiz titular da unidade, Gladiston Luis Nascimento Cutrim e equipe do Juizado a advogados e comunidade.

“A mesa digitalizadora que recebe as assinaturas diretamente no documento word, sendo o mesmo posteriormente convertido em formato PDF e lançado imediatamente no PROJUDI, sem a necessidade de impressão do documento foi adquirida com recursos próprios.

Segundo Cutrim, além de otimizar o serviço dos servidores, a utilização do sistema durante as audiências permite agilizar o lançamento dos dados diretamente no sistema PROJUDI (Processo Virtual Digital) do Conselho Nacional de Justiça. “Com isso, as partes e advogados terão à disposição praticamente imediata das sentenças proferidas em audiência no programa do CNJ. Tal medida, além de reduzir o tempo gasto em cada audiência, visa também reduzir os gastos de material na unidade jurisdicional”, garante o magistrado.

Nas palavras do juiz, “antes, a decisão era impressa e em seguida, após a coleta das assinaturas no papel, o documento era escaneado e inserido mais tarde no Projudi, o que ocasionava uma maior lentidão nos serviços, além do gasto de material. A medida atende perfeitamente à idéia de virtualização total dos processos judiciais.

A advogada Bruna Francisca Andrade Camelo utilizou o novo equipamento e aprovou a novidade, ressaltando a agilidade do serviço, cumprindo a finalidade principal dos juizados especiais que é a celeridade da prestação jurisdicional.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp