11/06/2014 às 10h28min - Atualizada em 11/06/2014 às 10h28min

Mães reclamam de infiltração e cobra em escola

Prefeitura de Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, diz que obras começam na próxima sexta-feira

Marcele Grecco, do Café com Jornal - noticias@band.com.br
Band

Um grupo de mães de alunos reclama das péssimas condições de uma escola de Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo. A estrutura está caindo aos pedaços e até animais venenosos já apareceu no banheiro da unidade de ensino. “A escola está, desde o ano passado, rachada. Nos banheiros, estão aparecendo cobra, aranha”, conta a diarista Cristiane Francisco Santos. “No refeitório, as cozinheiras estavam cozinhando e estava saindo [uma cobra] do caninho, quase que picou ela. Eu trabalhei lá e vi”, diz a dona de casa Isabel Cristina dos Santos.

A escola atende cinco bairros de Itaquaquecetuba e oferece cursos dos ensinos Infantil e Fundamental. Os pais dos alunos que frequentam a instituição tem medo de a estrutura cair enquanto os filhos frequentam aulas. “Buraco, gesso caindo em cima das carteiras”, conta a dona de casa Lidiane de Souza. “Vivemos com medo. Se chove, temos medo de inundar a escola”, relata a mãe de alunas Andréia Cirino. Rosely Kely de Araújo conta como fica o cenário em situação de intempéries. “Na sala dela, começou a chover e começou a cair água como se fosse chuveiro aberto. Teve todo mundo que sair de dentro da sala”. 

A aluna Daiane Santos Ribeiro, de 5 anos, é uma das que sofrem com as condições da escola. “Na sala do Mateus, fica tudo uma poça de água. Eles vão para fora da escola [quando começa a encher de água]”.  

A diretoria da escola não permitiu a entrada da equipe de reportagem do Café com Jornal, mas as mães dos alunos registraram algumas imagens com câmeras amadoras, que mostram as rachaduras e as poças. 

Já faz dois anos que elas reclamam, mas nada é feito. “Eu gostaria só que a escola ficasse legalzinha, para a gente levar nossos filhos e eles ficarem assim em segurança”, fala Rosely. “Por favor, que o prefeito venha olha a situação da escola porque não são os filhos dele que estão aqui, não. São os nosso, por isso ele não faz nada”, observa Cristiane.

Ao Café com Jornal, a prefeitura de Itaquaquecetuba informou que, segundo a Defesa Civil, o prédio da escola não corre risco de desabar. Uma empresa foi contratada para resolver problemas de infiltração e as reformas devem começar na sexta-feira.

Mães fizeram imagens dos pontos problemáticos da unidade de ensino:

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp