09/06/2014 às 09h32min - Atualizada em 09/06/2014 às 09h32min

Plano de manejo do Parque da Quinta do Diamante é entregue

A solenidade fez parte do encerramento da Semana do Meio Ambiente, desenvolvida pela Prefeitura, e serviu também para a oficialização do Termo de Compromisso com as organizações parceiras na edificação do parque.

Secom/Prefeitura de São Luís

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Semmam), entregou na manhã desta sexta-feira (6), para os moradores do bairro do Diamante, o Plano de Manejo do Parque Ambiental que será construído naquela comunidade.

Segundo o secretário de Meio Ambiente, Rodrigo Maia, para a elaboração do Plano de Manejo foram feitos vários estudos para transformar a área do parque em unidade de conservação municipal. Após a conclusão dos levantamentos, o prefeito Edivaldo assinou decreto efetivando a transformação do local em área protegida no âmbito municipal. Em seguida, foi iniciada a elaboração do Plano de Manejo.

Rodrigo Maia explicou que através do Plano será possível definir as ações a serem desenvolvidas no local. Ele informou que foram detectadas espécies nativas da fauna e flora existentes na área do parque, assim como elementos de preservação histórica tombados – a exemplo de fontes de água do século XIX, que serão todas restauradas.

Após concluída a construção, o parque, que possui uma área de aproximadamente três hectares, contará com atividades de educação ambiental, desportivas, lazer e oficinas para plantio de mudas. “A ideia é transformar o local em um espaço integrado, com ações de saúde, educação e desporto, para a comunidade. Os benefícios não serão apenas ambientais, mas também econômicos e sociais, pois vamos valorizar a região e resgatá-la de elementos sociais negativos, como uso de drogas, homicídios e descarte de resíduos sólidos”, destacou Rodrigo Maia.

A partir das informações contidas no Plano de Manejo, foi dado início à fase de elaboração do projeto para construção do parque, que estará pronto em até 30 dias, quando será entregue à Semmam para a efetivação das obras. A conclusão está prevista para acontecer em 180 dias, após o início dos serviços. “Pelo nosso planejamento, até o mês de dezembro entregaremos o parque para a população da capital maranhense”, ressaltou Maia.

A construção do parque está sendo possível por meio de parcerias firmadas entre a Prefeitura de São Luís e empresas privadas, instaladas na capital maranhense, como parte de um plano de compensação ambiental. As empresas parceiras são a Franere, que custeou a elaboração do Plano de Manejo e irá custear o projeto arquitetônico do parque; e a Sá Cavalcante, que será responsável por arcar com a construção do parque, obra orçada em R$ 1 milhão. Rodrigo Maia afirmou que dentro desse recurso estão incluídas as despesas com toda a obra, além da aquisição dos equipamentos urbanos, trilhas e outras benfeitorias.

Para a presidente da Associação Social Lapidando o Diamante e Sítio do Meio, Conceição de Maria Castro Albuquerque, receber o Plano de Manejo foi a realização de um sonho. Ela agradeceu à gestão do prefeito Edivaldo, pois fazia 50 anos que a comunidade lutava para ver o local transformado em um parque ambiental. “Essa área era abandonada e mal usada, pois servia para abrigar usuários de drogas, para despejo de lixo e até para a prática de homicídios. E, graças, à gestão atual do município, nós conseguimos realizar um sonho bastante antigo”, disse.

A solenidade contou com a presença dos secretários Antônio Araújo (Semosp), Lula Fylho (Setur), Raimundo Penha (Semdel), Mytzz Fabíola (Semad). Também participaram o presidente da Func, Francisco Gonçalves; o presidente da Fumph, Aquiles Andrade; e o presidente do Impur, Luiz Borralho.

ENERGIA SUSTENTÁVEL

O secretário Rodrigo Maia informou que o Parque Ambiental da Quinta do Diamante será o primeiro espaço público de São Luís a contar com energia sustentável, para a alimentação de seus equipamentos. Para isso, segundo Rodrigo Maia, até a próxima semana será firmada uma parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), a fim de que seja feito um estudo técnico para implantar as células de captação de energia eólica e solar, a fim de manter toda a estrutura do parque em funcionamento. “Nossa ideia é transformar todo o parque em um local auto-sustentável”, concluiu Maia.

SEMANA DO MEIO AMBIENTE

O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado no dia 5 de maio. Em alusão à data, a Prefeitura dedicou uma semana com eventos voltados à promoção de ações para proteção do meio ambiente envolvendo vários órgãos municipais.

No dia dedicado à data oficial, na quinta-feira (5), as equipes do Impur e da Semmam realizaram o plantio de mudas de ipês no Parque do Bom Menino. O evento teve apoio da Secretaria de Obras e Serviços Públicos e contou com a participação da sociedade civil organizada, como o Grupo Amigos do Parque, e de membros da Câmara Municipal. Durante a ação, foram repassadas orientações sobre como realizar o plantio correto das mudas e os participantes se uniram em um abraço simbólico após a conclusão dos trabalhos.

O foco na conscientização marcou outras ações desenvolvidas ao longo da semana através do Impur como a oficina sobre materiais recicláveis realizada na Unidade de Ensino Básico Oliveira Ramos. A formação foi oferecida através de parceria com a Companhia Energética do Maranhão. Também foi realizada oficina de reaproveitamento de resíduos sólidos a partir de parceria com a empresa NBR que ministrou a capacitação para a equipe de Coordenação de Parques Urbanos do Impur.

“Essa é mais uma oportunidade para mostrar a preocupação com a questão ambiental e com a visibilidade paisagística da cidade, além de sensibilizar a população sobre o reaproveitamento de materiais recicláveis”, disse o presidente do Impur, Luiz Carlos Borralho.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp