05/06/2014 às 15h34min - Atualizada em 05/06/2014 às 15h34min

Favelas se consolidam como roteiros turísticos

TV Maranhense
MTur

Os turistas, principalmente estrangeiros, estão ansiosos para conhecer, se hospedar e interagir com os moradores das favelas do Rio de Janeiro. O movimento nas comunidades deve crescer ainda mais com o aumento do número de turistas para a Copa do Mundo. Apenas a capital carioca deve receber 554 mil turistas durante o Mundial, de acordo com estudo do Ministério do Turismo. Parte deles se interessa em conhecer, se hospedar e interagir com os moradores das favelas.

A rotina do turismo em favelas cariocas pode ser vista em um documentário chamado Em Busca de um Lugar Comum, que será exibido este mês em três sedes da Copa: Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro. O filme, dirigido por Felippe Schultz Mussel, retrata os 12 passeios realizados por empresas e guias locais na Comunidade da Rocinha em 2011, antes da implantação da Unidade de Polícia Pacificadora.  “O homem contemporâneo tem desejo do real. Ir ao Rio de Janeiro e visitar somente o Pão de Açúcar e o Corcovado já não basta. Os turistas estão em busca de algo mais”, disse Mussel.

A experiência atende ou supera as expectativas da maioria (78,9%), de acordo com pesquisa do Ministério do Turismo, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, realizada com 400 turistas que visitaram o Morro Santa Marta, em 2012. Segundo os moradores da favela de Santa Marta, a vista privilegiada, a alegria e a hospitalidade do povo aparecem entre os principais atrativos das favelas, revela o estudo do MTur. Mais da metade (57,2%) dos visitantes recomendaria a visita ao morro.

O estudo revelou, ainda, o potencial econômico da atividade na comunidade, por meio da qualificação e do empreendedorismo. Atualmente, a maioria (81,4%) dos estrangeiros gasta até R$ 10, sendo que 61,4% tiveram um gasto máximo de R$ 5. Entre aqueles que não compraram nada, quase metade (40,6%) considerou a oferta de produtos pequena.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp