Portal Emaranhense Publicidade 728x90
03/06/2014 às 08h45min - Atualizada em 03/06/2014 às 08h45min

Núcleo de Produção em Braille é inaugurado em São Luís

Estudantes terão espaço especializado assegurando a utilização de materiais adequados e acessíveis para utilização nas unidades escolares

Secom/Prefeitura de São Luís

A Prefeitura de São Luís inaugurou nesta segunda-feira (2) o Núcleo de Produção em Braille que funcionará na Casa dos Conselhos Municipais, no Centro, e atenderá 96 estudantes cegos ou com baixa visão. O objetivo do espaço é assegurar materiais adequados e acessíveis para utilização nas unidades de educação básica que atendem os educandos com esse tipo de deficiência. A inauguração segue determinação do prefeito Edivaldo para garantia de uma educação inclusiva.

O Núcleo funcionará nos turnos matutino e vespertino. O espaço possui dois computadores com programas que possibilitam acessibilidade a pessoas com deficiência visual, três impressoras em Braille e duas máquinas de escrever em Braille. Além dos equipamentos, os alunos terão à disposição dois professores para atender às demandas.

“Quero deixar registrado os meus parabéns a todos os envolvidos nesta inauguração e aproveitar para dizer que a nossa caminhada não finaliza aqui. Irei buscar convênios para ampliar o atendimento deste Núcleo de Produção em Braille”, afirmou o titular da Secretaria de Educação (Semed), Geraldo Castro.

Para a superintendente de Educação Especial da Semed, Dalvina Ayres, o novo espaço terá como principal função o apoio técnico-pedagógico. “Agora, todo o material necessário aos estudantes com deficiência visual da rede municipal de ensino passará a ser produzido no Núcleo. Com isso, iremos garantir maior acessibilidade e inclusão a esses estudantes”, destacou.

O início das atividades do Núcleo de Produção Braille está previsto para a próxima semana. O espaço funcionará na Casa dos Conselhos Municipais localizada na Rua dos Afogados, 525, Centro.

BENEFÍCIOS

Atualmente a rede municipal de ensino possui 96 estudantes com deficiência visual, dos quais sete são cegos e 89 possuem baixa visão. “A Secretaria [de Educação] ganhou autonomia na produção dos materiais a serem utilizados com os estudantes que possuem deficiência visual, proporcionando maior inclusão na rede municipal de ensino”, destacou o presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, Márcio Azevedo.

Para inaugurar o Núcleo de Produção Braille, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) contou com a parceria do Ministério da Educação (MEC), do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, do Serviço Social da Indústria (Senai) e da Associação dos Deficientes Visuais do Maranhão (Asdevi-MA).


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Portal Emaranhense Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp