02/06/2014 às 11h33min - Atualizada em 02/06/2014 às 11h33min

Avó é suspeita de ter matado neta de 2 anos

Elisângela Carreira, do Café com Jornal - noticias@band.com.br
Band

Uma avó é suspeita de ter matado a neta de dois anos em Presidente Prudente, no interior de São Paulo. Após o crime, ela tentou o suicídio, mas foi contida e presa em flagrante. 

A mulher, de 48 anos, deixou uma carta para a mãe da menina.  Em um trecho, ela diz: "eu não precisava tirar a minha vida. Mas, por amor a ela, tirei a minha e a dela”. E no fim, ainda ressalta: "se tem uma pessoa que pode ser chamada de assassina é você. Ela perdeu a vida por sua culpa”.

Em depoimento à polícia, a avó paterna disse que com uma faca cortou os pulsos da menina. Como ela não morreu, a mulher asfixiou a criança com uma fralda e, depois, com as mãos em seu pescoço.

A suspeita deixou o corpo enrolado em uma coberta e o local sinalizado com uma lanterna. Mais tarde, ela tentou suicídio, jogando-se na frente dos carros na rodovia Assis Chateaubriand, mas foi contida por um motorista até a chegada da polícia.

Presa em flagrante por homicídio triplamente qualificado, a avó foi levada para um hospital, onde passou por exame de corpo de delito. Ela deve ser encaminhada para o presídio de Tupi Paulista.

No velório da menina, que, no próximo dia 10, completaria 3 anos, houve muita dor e revolta de amigos e familiares. “Quero ver ela presa e pagar o que ela fez”, diz a avó materna, Aparecida Gusmão Queiroz.

Avó tentou se matar em rodovia:

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp