05/05/2014 às 10h51min - Atualizada em 05/05/2014 às 10h51min

Teste rápido de HIV será disponibilizado na Rede de Saúde Pública de São Luís

O teste rápido para diagnóstico da infecção pelo HIV é feito por meio da coleta de duas gotas de sangue do paciente com kit individual específico, semelhante aos testes de gravidez de farmácia

Secom/Prefeitura de São Luís

A Prefeitura de São Luís, através da Secretaria Municipal de Saúde, começou a realizar o treinamento dos profissionais da Estratégia Saúde da Família para aplicar o teste rápido de detecção do HIV, sífilis e hepatites B e C, mais um dos serviços novos na Atenção Básica do Sistema Único de Saúde. A medida faz parte da reestruturação global na área de saúde do município, liderada pelo prefeito Edivaldo Júnior.

O objetivo é possibilitar o início imediato do tratamento dos pacientes com resultados positivos confirmados, para interromper a cadeia de transmissão da doença e permitir que cuidados e o tratamento do HIV sejam desencadeados já no primeiro dia de diagnóstico.

A secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, explica que é necessário ampliar o acesso da população aos serviços do Programa Municipal de DST/Aids para combater o avanço da doença. “Em todo o país tem havido aumento dos casos de Aids, especialmente entre os jovens. Uma situação que preocupa e, por isso, a Prefeitura está trabalhando para implantar o teste rápido em todas as unidades. Mesmo os soropositivos que forem assintomáticos terão a garantia do atendimento ambulatorial”, afirma Helena.

TESTE

O teste rápido para diagnóstico da infecção pelo HIV é feito por meio da coleta de duas gotas de sangue do paciente com kit individual específico, semelhante aos testes de gravidez de farmácia. O resultado sai em aproximadamente quinze minutos e os pacientes com diagnóstico positivo serão encaminhados para exames laboratoriais complementares e início do tratamento no Serviço Especializado do Centro de Saúde do Bairro de Fátima.

O Programa Municipal de DST/Aids desenvolve ações de prevenção com distribuição de preservativos e palestras educativas, diagnóstico, tratamento e medicamentos necessários para o controle da doença, além de acompanhamento médico e psicológico.

A Semus ressalta que a testagem sorológica anti HIV, sífilis e hepatites B e C  é voluntária e todo o trabalho será individualizado, com sigilo e confidencialidade garantidos.

SAIBA MAIS

A AIDS é uma doença causada pelo vírus HIV, que ataca as células do sistema imunológico, destruindo os glóbulos brancos. A falta deles diminui a capacidade do organismo de se defender de doenças oportunistas.

O HIV pode ser transmitido pelo sangue, esperma e secreção vaginal, pelo leite materno, ou transfusão de sangue contaminado. O portador do HIV, mesmo sem apresentar os sintomas da Aids, pode transmitir o vírus, por isso, a importância do uso de preservativo em todas as relações sexuais.

A Aids não tem cura, mas tem tratamento. A pessoa pode ter o vírus HIV e não saber, porque os sintomas demoram a aparecer. Por isso, é importante fazer o teste. Quanto mais cedo o vírus for descoberto e o tratamento, iniciado, melhor será a qualidade de vida.

 

 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp