23/04/2014 às 09h29min - Atualizada em 23/04/2014 às 09h29min

Cursos de manipulação de alimentos são oferecidos no Presídio Feminino de Pedrinhas

Este é o quarto ciclo de cursos promovido junto às internas do Presídio Feminino. No ano passado, a Semsa realizou capacitações em produção de alimentos com participação de 150 internas

Secom/Prefeitura de São Luís

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), promove um ciclo de cursos voltado à formação das internas do Presídio Feminino de Pedrinhas.

Os cursos oferecidos são Relações Interpessoais e Boas Práticas de Manipulação de Alimentos (BPMA). O objetivo é garantir a capacitação das internas e contribuir com o cumprimento da pena.

O primeiro dia do ciclo de cursos foi aberto com dinâmica de grupo coordenada pela terapeuta ocupacional da Semsa, Adinete Mara Silva.

Durante a dinâmica, as internas puderam reforçar a integração, participando de atividades de laboterapia. “A finalidade é externar e dirimir conflitos, além de proporcionar o autoconhecimento e estimular a interação do grupo”, explicou.

Após a dinâmica, foi ministrada a palestra Relações Interpessoais para incentivar a interação e convivência em grupo com mais qualidade. Nesta quarta e quinta-feira será ministrado o curso de BPMA, que repassará orientações sobre higiene, manipulação e acondicionamento correto de alimentos, atendimento e legislação sanitária. 

As aulas são gratuitas e ministradas por equipe de nutricionista, assistente social e terapeuta ocupacional da Semsa.

O ciclo encerra nesta quinta-feira (25) com entrega de certificado às participantes. Além do aprendizado, as internas serão beneficiadas com diminuição no tempo da pena, conforme prevê a Lei de Execução Penal (LEP). “O autoconhecimento, a boa convivência e a construção de relações são importantes no ambiente profissional. Esperamos que este aprendizado facilite a inserção delas no mercado de trabalho”, destaca Adinete Mara Silva.

Este é o quarto ciclo de cursos promovido junto às internas do Presídio Feminino. No ano passado, a Semsa realizou capacitações em produção de alimentos com participação de 150 internas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp