23/04/2014 às 09h22min - Atualizada em 23/04/2014 às 09h22min

Cheques sem fundos aumentam em março, aponta Serasa Experian

Em março do ano passado, esse percentual foi 2,36%; já em fevereiro de 2014, houve 1,99% de devoluções

Assessoria de Imprensa Serasa Experian

O percentual de devoluções de cheques pela segunda vez por insuficiência de fundos foi de 2,21% em março deste ano, é o que revela o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos. No mês passado, foram devolvidos 1.401.869 cheques e compensados 63.390.631. Em março do ano passado, esse percentual foi 2,36%; já em fevereiro de 2014, houve 1,99% de devoluções.

Segundo os economistas da Serasa Experian, o aumento da inadimplência com cheques em março tem caráter sazonal e reflete as dificuldades financeiras do consumidor diante de um cenário de inflação em aceleração e do acúmulo de compromissos típicos do primeiro trimestre do ano: pagamento de impostos como IPVA e IPTU, despesas com material escolar, gastos das viagens de férias, restos a pagar das compras parceladas das festas de final de ano.

Nos Estados e regiões

Roraima liderou o ranking estadual dos cheques sem fundos no primeiro bimestre de 2014, com 12,33% de devoluções. O Amazonas, por sua vez, foi o estado com o menor percentual (1,24%). Entre as regiões, a Norte foi a que liderou o ranking, com 4,30% de cheques devolvidos, ao passo que a região Sudeste foi a que apresentou o menor percentual (1,64%).

Em todo o país, a devolução de cheques em março/14 foi de 2,21% do total de cheques compensados, maior que a devolução de 1,99% registrada em fevereiro/14. Em março/13, a devolução de cheques pela segunda vez por falta de fundos no país havia sido de 2,36% do total de cheques compensados.

Na Região Nordeste, a devolução de cheques em março/14 foi de 4,39% do total de cheques compensados, maior que a devolução de 3,85 % registrada em fevereiro/14. Em março/13, a devolução de cheques pela segunda vez por falta de fundos na Região Nordeste havia sido de 4,73% do total de cheques compensados.

No Maranhão, a devolução de cheques em março/14 foi de 8,29% do total de cheques compensados, maior que a devolução de 7,64% registrada em fevereiro/14. Em março/13, a devolução de cheques pela segunda vez por falta de fundos no Maranhão havia sido de 9,02% do total de cheques compensados.

A série histórica deste indicador está disponível em

http://www.serasaexperian.com.br/release/indicadores/cheques_devolvidos.htm

Metodologia do indicador

O Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos consiste no levantamento mensal sobre a quantidade de cheques devolvidos por insuficiência de fundos em relação ao total de cheques compensados. Para efeito do cômputo do indicador, somente é considerada a segunda devolução por insuficiência de fundos.

 

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp