28/03/2014 às 11h44min - Atualizada em 28/03/2014 às 11h44min

Projeto Conviver encerra com palestra no Parque do Bom Menino

O médico falou sobre a importância de se chegar com saúde na velhice e os riscos das dependências químicas e alcoólicas

Secom/Prefeitura de São Luís

O encerramento do Projeto Conviver foi realizado na tarde desta quinta-feira (27), no Parque do Bom Menino, com uma palestra ministrada pelo neuropsiquiatra Ruy Palhano para os idosos do Projeto São Luís Saudável.

O médico falou sobre a importância de se chegar com saúde na velhice e os riscos das dependências químicas e alcoólicas. O projeto é uma iniciativa da Prefeitura de São Luís, através da Secretaria de Desporto e Lazer (Semdel).

O Projeto Conviver foi iniciado há três meses com o intuito de potencializar os polos do Projeto São Luís Saudável. “O balanço que fazemos deste projeto é muito positivo. Notamos o grande interesse que nossos idosos demonstraram em todas as atividades do Conviver. Foram meses bastante intensos e essa é uma atividade que tem total apoio do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. Saímos bem felizes com a realização bem sucedida deste projeto”, completou o secretário de Desporto e Lazer, Raimundo Penha.

Após três meses com oficinas de teatro, artesanato, capoeira e danças, palestras com nutricionistas, psicólogos, enfermeiros e fisioterapeutas, o renomado médico maranhense, referência nacional quando o assunto é transtorno psiquiátrico e dependência, Ruy Palhano, fechou com chave de ouro o evento.

“O intuito aqui foi mostrar a esses idosos que a velhice não é uma doença. O problema é que não somos preparados para chegar nessa idade. Porém, o que vimos aqui são pessoas que vivem intensamente suas vidas. A Prefeitura está de parabéns pela iniciativa”, destacou Ruy Palhano.

Hoje, o Projeto São Luís Saudável possui sete núcleos e todos foram inseridos em diversas atividades da Semdel durante esse tempo. A Prefeitura é responsável por remunerar os instrutores e distribuir o material utilizado nas atividades.

“Foi muito bom este projeto. Participei de todas as atividades possíveis e adorei tudo. Deveria haver projetos como esse o ano inteiro”, destacou a idosa Maria Antonina, de 71 anos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp