20/04/2013 às 11h39min - Atualizada em 20/04/2013 às 11h39min

Obama: "ainda há questões sem resposta"

Presidente reconheceu que esta foi "uma semana difícil", em referência ao atentado que deixou três mortos e 180 feridos em Boston

AFP

 

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, saudou nessa sexta-feira o trabalho das forças policiais que permitiu a captura dos suspeitos dos ataques durante a maratona de Boston, mas destacou que ainda há "muitas questões sem resposta" sobre os atentados.

Em um breve discurso na Casa Branca, Obama reconheceu que esta foi "uma semana difícil", em referência ao atentado que deixou três mortos e 180 feridos na maratona de Boston.

"Esta noite, nosso país deve muito às pessoas de Boston e de Massachusetts", afirmou Obama minutos após o anúncio da captura de Djokhar Tsarnaev, o jovem de origem chechena suspeito de realizar o ataque junto com o irmão Tamerlan, na segunda-feira.

"Esta noite, graças aos esforços determinados (das forças da ordem), encerramos um capítulo importante desta tragédia", disse Obama, que acompanhou durante toda a jornada o trabalho das agências policiais em busca do suspeito.

"Evidentemente, permanecem muitas questões sem resposta, entre elas porque dois jovens estudantes no seio de nossas cidades e de nosso país recorreram a tal violência? Como planejaram e executaram estes atentados? E se receberam a ajuda de alguém?”

O presidente prometeu uma profunda investigação sobre os atentados afirmando que "faremos o necessário para que nossos cidadãos tenham segurança" e concluiu afirmando que "uma coisa é certa (...) eles fracassaram porque os americanos se negaram a ser aterrorizados".

As forças policiais detiveram Djokhar, 19 anos, na noite desta sexta-feira, encerrando uma caçada humana que mobilizou mais de 9 mil agentes e que durante a madrugada já havia capturado Tamerlan, 26 anos, que morreu devido aos ferimentos sofridos durante a perseguição.

 

A operação em busca dos irmãos Dzhokhar e Tamerlan começou após o FBI divulgar fotos e vídeos, na tarde de quinta-feira, dos suspeitos do ataque durante a maratona, que deixou três mortos e 180 feridos em Boston.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp