28/02/2014 às 11h04min - Atualizada em 28/02/2014 às 11h04min

Casamento comunitário no termo judiciário de Raposa reúne 86 casais

Na ocasião, os nubentes foram agraciados com as bênçãos de um padre e de um pastor evangélico

Assessoria de Comunicação Corregedoria Geral da Justiça

A cerimônia de casamento comunitário promovida pelo termo judiciário de Raposa (Comarca de São Luís), no último dia 21, no SESI (Avenida Principal, bairro Inhaúma), oficializou a união de 86 casais do termo, além de São Luís e Paço do Lumiar.

Presidido pela juíza titular da unidade, Rafaella de Oliveira Saif Rodrigues, o evento, prestigiado pelo desembargador Marcelino Everton, contou com a participação dos magistrados Vanessa Clementino Sousa (2ª vara de Paço do Lumiar), Ana Gabriela Costa Everton (2ª vara de Pedreiras), Maria Francisca Gualberto de Galiza (titular da 4ª Vara da Família da capital e juíza auxiliar da Corregedoria da Justiça), Gervásio Protásio dos Santos (6ª vara cível da capital e presidente da AMMA).

Na ocasião, os nubentes foram agraciados com as bênçãos de um padre e de um pastor evangélico.

Uma decoração especialmente preparada para a ocasião, bolo e música completaram o cenário da festa. Brindes doados por comerciantes locais foram sorteados entre os noivos. Entre os brindes, ventiladores, liquidificadores, batedeiras e outros.

O casamento comunitário promovido pelo Poder Judiciário contou com a parceria da Prefeitura Municipal de Raposa, Serventia Extrajudicial de Raposa e SESC.

Sem ônus - Instituído em 1999 pela Corregedoria Geral da Justiça o projeto Casamentos Comunitários visa a oficializar a união de casais sem ônus para os nubentes.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp